quinta-feira, 30 de junho de 2016

Lady Hollywood é racista?


Frequentemente recebo comentários no facebook reclamando e cobrando mais postagens de artistas negros e achei que tinha o direito e também o dever de falar sobre o assunto. Por ser um texto longo, decidi postar aqui no blog, para poder falar tudo o que é preciso e pretendo ser bastante sincera sobre o tema.

Quero deixar claro que eu me esforço muito para disponibilizar um conteúdo diversificado e tento colocar sempre que possível artistas e filmes diferentes e pouco citados em outras páginas para agradar o máximo possível de pessoas que seguem a minha página. Mas tanto a página quanto o blog são trabalhos que eu faço sozinha e sem basicamente NENHUM retorno financeiro. As únicas formas que utilizo para ajudar na manutenção do blog e da página, são a utilização de anúncios no blog, onde há um ganho por cada clique, e links disponibilizados na página para compras de filmes e livros, onde eu ganho uma pequena comissão pela venda. Ou seja, é um trabalho que eu faço muito mais por amor e dedicação do que por algum ganho, levando-se em consideração que não recebo quase nada. Em compensação, as pessoas frequentemente se acham no direito de, não fazer uma sugestão, que eu acato com o maior prazer, e sim COBRAR por determinadas postagens! 

Não acontece apenas com relação aos atores negros, é algo constante sobre os mais diversos assuntos, desde atores específicos, determinados filmes, temas, cenas e etc. Como falei anteriormente, já fiz diversos tópicos para sugestões e é algo que eu gosto de receber, até mesmo críticas construtivas a respeito de algo que esteja errado ou que possa ser melhorado, mas quando existe uma exigência e uma obrigação de algo, é uma coisa que realmente me deixa incomodada, afinal é apenas algo que faço como um entretenimento, no intuito de agradar o máximo possível de pessoas que tem em comum o amor pelo cinema clássico.

É necessário dizer que, de fato, acabo postando uma quantidade muito menor de matérias, fotos e vídeos que tenham artistas negros, peço desculpas por essa falha. Quero deixar claro que não é algo intencional, mas é preciso entender que infelizmente a quantidade de artistas negros na indústria cinematográfica é infinitamente menor do que a de artistas brancos. Quando posto fotos de filmes clássicos, a grande maioria é protagonizada por atores e atrizes brancos. Não é algo que seja agradável de dizer, mas infelizmente é a realidade. Quem acompanha a página, sabe que diariamente são feitas diversas postagens, e é necessário ter uma grande quantidade de material para isso, seja de fotos, seja de vídeos, e nem sempre tenho tempo e disponibilidade de controlar e procurar determinadas postagens, As vezes falta mesmo é inspiração para postar um material diferente. 

Não é fácil selecionar diariamente diversas fotos para postar, nem sempre consigo tempo para sentar e fazer pesquisas sobre temas que ando postando pouco, até porque é preciso também ter disponibilidade de ver as postagens que andam sendo feitas para perceber o que anda em falta. E é complicado atender a todos os pedidos e estar sempre diversificando, principalmente porque uma página sobrevive de sua popularidade, então é necessário que haja postagens populares e 'clichês' intercaladas. 

Por fim, gostaria de dizer que mesmo com todas as explicações acima, sei e concordo com a importância de divulgar e relembrar SEMPRE o talento de todos os artistas, principalmente os negros e latinos, que frequentemente foram desvalorizados e diminuídos na industria apenas pela cor de sua pele ou pelo lugar onde nasceram. Quero me comprometer a aumentar ainda mais a frequência de tais postagens e pedir que, sempre que possível, vocês visitem a página e o blog, pois nem todas as postagens aparecem para todos os seguidores, e é possível que muitos não vejam suas sugestões sendo atendidas! Convido também, a lerem um pouco mais da trajetória de 8 atrizes negras que foram precursoras no cinema, matéria que fiz com muito carinho e que em breve ganhará a versão masculina. =) Obrigada a todos que seguem a página e leram até aqui. Quem tiver sugestões, pode colocar aqui nos comentários.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Adaptações da vida e da obra de Agatha Christie


Considerada a Rainha do Crime, Agatha Christie publicou mais de 80 livros ao longo de sua carreira, alguns deles com o pseudônimo de Mary Westmacott. Suas obras juntas venderam cerca de 4 bilhões de cópias, número superado apenas pelas obras de Shakespeare e a Bíblia, além de terem sido traduzidas para mais de 100 idiomas. Confira abaixo alguns filmes baseados em sua obra, com adaptações para o cinema e para a tv.

Testemunha de Acusação (Witness for the Prosecution, 1957)


Quando Leonard Vole (Tyrone Power) é preso sob a acusação de ter assassinado uma rica viúva de meia-idade, Sir Wilfrid Robarts (Charles Laughton), um veterano e astuto advogado, concorda em defendê-lo. Sir Wilfrid está se recuperando de um ataque do coração quase fatal e "supostamente" está em uma dieta, que o proíbe de ingerir bebidas alcoólicas e de se envolver em casos complicados. Mas a atração pelas cortes criminais é algo muito forte para ele, especialmente quando o caso é bem difícil. O único álibi de Vole é o testemunho da sua esposa, Christine Vole (Marlene Dietrich), uma mulher fria e calculista. A tarefa de Sir Wilfrid fica praticamente impossível quando Christine Vole concorda em ser testemunha, não da defesa, mas da acusação.

Assassinato no Expresso Oriente (Murder on the Orient Express, 1974)


O mais famoso personagem de Agatha Christie, o inspetor Hercule Poirot, tenta desvendar um intrigante caso de assassinato a bordo do Expresso Oriente. A vítima era o sequestrador e assassino do famoso bebê dos Lindbergh e, todos os passageiros têm um segredo a esconder. Um extraordinário desfile de astros consagrados com atuações inesquecíveis, num filme de requintada direção de arte e de roteiro empolgante.

Norte Sobre o Nilo (Death on the Nile, 1978)


Em um cruzeiro pelo Nilo, uma rica herdeira é morta. Coincidentemente, quase todos os passageiros têm motivos diversos para matá-la. Enquanto no próprio navio as investigações têm início, novas mortes acontecem com o intuito de encobrir a verdade.

A Maldição do Espelho (The Mirror Crack'd, 1980)


Uma fã começa a falar orgulhosamente com uma famosa atriz de como já esteve com ela no passado, tendo até mesmo lhe dado um beijo. Porém logo a fã cai morta, em virtude de ter bebido um drink envenenado. Como este copo era para a estrela de cinema, a suspeita é que alguém desejava matá-la. Como uma outra atriz, que trabalha no mesmo filme, é sua ferrenha inimiga, tal hipótese não é descartada, mas existem outras pistas que precisam ser seguidas antes de se dar o caso como solucionado.

Os Crimes do Alfabeto (The Alphabet Murders, 1965)


O famoso detetive belga Hercule Poirot investiga uma série de assassinatos em Londres e nos quais as vítimas são mortas de acordo com as iniciais de seus nomes. Baseado em Os Crimes do ABC.

O Mistério de Agatha (Agatha, 1979)


Em 1926, a escritora Agatha Christie desapareceu misteriosamente por 11 dias após o fracasso de seu casamento. Neste relato ficcional em torno do acontecimento, um repórter americano sai em seu encalço e a encontra num sanatório prestes a levar adiante um plano macabro.

Sherlock de Saias ( Murder at the gallop, 1963)


A Srta. Marple (Margaret Rutherford) e o Sr. Stringer (Stringer Davis) estão buscando doações para caridade quando visitam o Sr. Enderby, um rico e solitário idoso. Sr. Enderby (Hector Enderby) cai e falece aparentemente devido a um ataque de coração. No entanto, em The Gallop, uma pensão e escola de equitação, seus parentes se reúnem para ler o testamento e se questionam sobre a origem de seu infarte. O filme é baseado no livro Depois do Funeral, protagonizado por Hercule Poirot, e não por Miss Marple, como acontece no longa.

Quem Viu Quem Matou? (Murder, She Said, 1961)


Jane Marple (Margaret Rutherford) é uma detetive veterana que, viajando de trem, decide investigar o paradeiro de uma cena que observou pela janela: uma mulher sendo estrangulada. Ela denuncia o fato para a polícia, que não acredita nela porque nenhum corpo foi encontrado. A Sra. Marple decide então realizar a apuração sozinha. Baseado em A Testemunha Ocular do Crime.

Assassinato Num Dia de Sol (Evil Under the Sun, 1982)


O detetive Hercule Poirot esclarece a morte de uma estrela de cinema num elegante hotel de uma ilha no Mediterrâneo. Atores famosos, canções de Cole Porter, um lindo visual e divertida interpretação de Peter Ustinov (Poirot) nesta história extraída de uma novela de Agatha Christie. Baseado no livro Morte na Praia.

Encontro Marcado Com a Morte (Appointment with Death, 1988)


Emily Boynton, madrasta dos três filhos Boynton e mãe de Ginevra, chantageia o advogado da família, Jefferson Cope, em destruir um segundo testamento de seu falecido marido, que teria libertado os filhos de sua influência dominadora. Ela leva as crianças de férias para a Europa e Terra Santa. Em Jerusalém, Hercule Poirot se encontra com uma amiga, a Dr. King, que se apaixona por Raymond Boynton à desaprovação de Emily. Lady Westholme, sua secretário e Cope estão presentes também. As crianças descobrem sobre o testamento e Emily consegue causar muito ódio em relação a ela. Em uma escavação, todos se distanciam do acampamento e Emily é encontrada morta, envenenada.

E Não Sobrou Nenhum (Ten Little Indians, 1965)


Dez pessoas, oito estranhos e um casal de empregados, desfrutam de um final de semana em um castelo longínquo. Sem saber, cada um deles foi convidado para seu próprio assassinato. Você passará o tempo todo tentando adivinhar quem é o verdadeiro assassino enquanto assiste à mais esta brilhante adaptação da obra de Agatha Christie, O Caso dos 10 Negrinhos.

Punição Para a Inocência (Ordeal by Innocence, 1984)


O paleontologista Dr. Arthur Calgary vai até a casa da família Argyle para entregar um caderno de endereços que pertence a Jack Argyle. Arthur fica então sabendo que Jack foi preso e executado por ter assassinado sua esposa. Mas as informações contidas no tal caderno provam que Jack era inocente, o que leva o Dr. Calgary a iniciar uma investigação.

Treze à Mesa (Thirteen at Dinner, 1985)



Logo após participar de um programa de entrevistas na televisão no qual conhece o jovem ator Bryan Martin e a imitadora Carlotta Adams, o célebre detetive belga Hercule Poirot é convidado para um jantar na casa da famosa atriz e sua amiga Jane Wilkinson, juntamente com aqueles artistas. Poirot fica embaraçado quando Jane lhe pede que vá a casa do ex-marido dela, Lorde George Edgware, para convencê-lo a assinar o divórcio. Mas, quando conversa com o aristocrata, esse surpreende o detetive dizendo que já concordara com o divórcio tempos atrás, tendo inclusive enviado uma carta à Jane. Logo após, o Lorde Edgware é encontrado assassinado em sua casa e os empregados dizem ter visto Jane no local pouco antes do crime. Poirot põe em dúvida a veracidade dos depoimentos deles. À seguir, descobre o cadáver de Carlotta Adams e o detetive acha que ambos os crimes estão relacionados.

Tragédia em Três Atos (Murder in Three Acts, 1986)


Uma pessoa morre durante um jantar oferecido pelo ator Sir Charles Cartwright. Todos, inclusive Poirot, acreditam que tenha sido um acidente. Porém, logo ocorre outra morte nas mesmas circunstâncias, o que faz com que Poirot desconfie que há um envenenador à solta. Mr. Satterthwaite, que já aparecera em O Misterioso Sr. Quin, também ajuda na solução do mistério.

É Fácil Matar (Murder Is Easy, 1982)


Ao voltar de trem para sua terra natal, o ex-policial Luke Fitzwilliam conversa com outra passageira, a velha senhora Miss Fullerton. Esta lhe diz que iria pedir ajuda à Scotland Yard porque vários assassinatos estariam acontecendo na pequena cidade, e que o próximo na lista era o Dr. Humbleby. Luke não acredita nessa história, mas é obrigado a mudar de idéia quando tanto a senhora quanto o doutor aparecem mortos.

Um Passe de Mágica (Murder with Mirrors, 1985)


Christian Gilbranson convence Miss Marple a visitar a propriedade de sua madrasta, Carrie Louise Serrocold, que é uma velha amiga de Marple. O marido de Carrie Louise Lewis transformou a mansão em uma casa de recuperação para homens jovens com antecedentes criminais e tem esperanças de expandir as instalações. Ele confidencia a Miss Marple que suspeita que alguém está envenenando Carrie Louise com arsênico. Um jovem interno afirma ser filho ilegítimo de Lewis e quer que seu suposto pai o reconheça. Enquanto eles discutem a portas fechadas, uma arma é descarregada e todos entram no cômodo de onde vieram os tiros, alguém mata Gilbranson na outra sala. Cabe a Miss Marple ajudar duro inspetor Curry a descobrir a identidade do assassino e envenenador de identidades.

Amor de um Estranho (Love from a Stranger, 1937)


Carol ganha na loteria, mas infelizmente sua repentina riqueza a leva ter desentendimentos com o noivo Ronald, de quem acaba rompendo o relacionamento. Ingênua, Carol acaba sendo atraída pelo misterioso Gerald, por quem se apaixona e acaba se casando. Não leva muito tempo, no entanto, para que Carol perceba que o marido é uma pessoa perturbada e não raro perigosa. A mesma história foi refilmada com o título "Receios". Baseado no conto O Chalé do Rouxinol (Philomel Cottage), publicado no Brasil no livro Um Acidente e Outras Histórias.

O Vingador Invisível (And Then There Were None, 1945)


Dez pessoas são convidadas para um fim de semana em um castelo na costa inglesa, por um misterioso senhor. Eles não sabem porque estão lá e no jantar, todos são acusados de assassinato. Indignados e sem saber do que os outros são capazes, tudo fica confuso até que de repente um deles morre misteriosamente, iniciando uma sequência. Baseado em E Não Sobrou Nenhum.

Poirot e o Jogo Macabro (Dead Man's Folly, 1986)


Durante um jogo de caça ao assassinato em uma casa de campo, para qual Hercule Poirot é convidado como um "expert", um assassinato real ocorre. Baseado no livro A Extravagância do Morto.

O Crime é Nossa Profissão (Le Crime est notre affaire, 2008)


Por ocasião de uma viagem de trem para visitar sua sobrinha Prudence e seu marido Bélisaire Beresford ( Catherine Frot e André Dussollier ), a suiça tia Babette Boutiti ( Annie Cordy ) testemunha um assassinato em um trem na linha oposta. Bélisaire não a leva a sério, enquanto Prudence, que estava entediada com sua rotina, realmente acredita. Ela consegue ser contratada como cozinheira na família Charpentier, cuja propriedade fica próxima ao local onde o cadáver foi provavelmente lançado para fora do trem. O patriarca ( Claude Rich ), mesquinho e rabugento, recebe seus filhos: Frédéric ( Melvil Poupaud ), Raphael (Alexandre Lafaurie ) e Agostinho ( Christian Vadim ). Sua filha Emma ( Chiara Mastroianni ), que vive sob o mesmo teto, tem um caso com o médico da família, Dr. Lagarde ( Hippolyte Girardot ). Prudence foi rápida para encontrar o cadáver de uma desconhecida, para o desgosto da família. Ela agora tentará descobrir quem é a vítima e quem a matou. O filme é baseado nos livros A Testemunha Ocular do Crime e Sócios no Crime. 

Le Coffret de laque (1932)


Baseado na peça Black Coffee. Um químico está trabalhando em grande segredo para desenvolver algumas fórmulas para o Ministério da Guerra. Agora é a vítima de ladrões qualificados. O detetive Préval está certo de que os bandidos conheciam o cientista.

Crime Sobre Crime (Murder Most Foul, 1964)


A ex-atriz e garçonete Margaret McGinty é encontrada morta e seu hóspede, Harold Taylor, pego no flara, parece ser o culpado. Todos crêem que este é realmente o culpado e que o caso já está resolvido, com exceção da Sra. Marple (Margaret Rutherford). Ela é a única pessoa do grupo de jurados que acredita em injustiça na acusação do réu e vai então atrás da verdade. Baseado em A Morte da Sra. McGinty.

E Não Sobrou Nenhum (And Then There Were None, 2015)

Em agosto de 1939, oito estranhos são convidados, de diversas formas, para Soldier Island, uma pequena ilha rochosa na costa de Devon. Isolados do continente, com seus anfitriões, Sr. e Sra. U.N. Owen, misteriosamente ausentes, cada um dos convidados é acusado de um crime terrível, assim como o casal de serventes. Quando duas pessoas morrem em circunstâncias estranhas na primeira noite, os acusados percebem que pode haver um assassino entre eles.

Receios (Love from a Stranger, 1947)


Refilmagem de "Amor de um Estranho" (1937), a história fala sobre Cecily Harrington, uma jovem que ganha uma fortuna na loteria. Ainda que esteja noiva de Nigel Lawrence, decide fazer uma viagem sozinha. É quando conhece Manuel Cortez, por quem é seduzida, acaba se apaixonando e se casa com ele. O que Cecily não desconfia é que ela se casou com um caçador de fortunas que assassinou outras esposas no passado.

O Homem do Terno Marrom (The Man in the Brown Suit, 1989)


Baseado em romance escrito pela dama da literatura de suspense Agatha Christie em 1924, o filme conta a história de uma turista norte-americana (Stephanie Zimbalist) no Cairo. Na capital egípcia, ela testemunha um assassinato, seguido de um encontro misterioso com um homem não menos esquisito - o "homem de terno marrom" do título. Logo ela descobre que o crime está relacionado à posse de uma mala repleta de diamantes, presente no mesmo trem da turista.

Assassinato no Expresso Oriente (Murder on the Orient Express, 2001)


Hercule Poirot (Alfred Molina) o famoso detetive, está no histórico "Expresso do Oriente". Conhecendo a inteligência de Poirot, o empresário Samuel Ratchett, um homem com muitos inimigos, pede a ele que sirva como seu guarda-costas durante a viagem. Porém, Poirot não gosta muito do empresário e se recusa a servi-lo. Na primeira noite, enquanto todos dormem, Ratchett é assassinado. Os passageiros acordam exaltados pelo fato do trem estar parado e com a notícia que isso poderá durar horas, longe de civilização e sem meios de se comunicar com outras pessoas. Poirot descobre que Ratchett foi responsável por um dos mais cruéis assassinatos do passado e que obviamente, o assassino é um dos 12 passageiros do vagão, assim o mestre terá que correr para descobrir quem é o assassino antes que o trem continue sua viagem.

Agatha Christie's Poirot (1989 - 2013)


A série feita para a televisão, foi estrelada pelo ator David Suchet, num total de 13 temporadas baseadas nos diversos casos do detetive belga Hercule Poirot.

Agatha Christie's Marple (2004 - 2013)


No mesmo estilo da anterior, a série teve seis temporadas baseadas nas aventuras de Miss Marplie. Foi estrelada pelas atrizes Geraldine McEwan (2004 até 2007) e Julia McKenzie (2008 até 2013).

Os Pequenos Crimes de Agatha Christie (Les Petits Meurtres d'Agatha Christie (2009 - )


Série francesa baseada nos livros da autora, conta com 9 temporadas, tendo início em 2009.

A Hora Zero (L'Heure zéro, 2007)


Que ideia estranha teve o Sr. Guillaume Neuville, de juntar para férias de verão sua ex-esposa Aude e a nova, a explosiva Caroline, com o pretexto de torná-las amigas. Isto na casa de Camila Tressilian, sua tia rica, que não gosta da idéia. Idéia bizarra mesmo, já que está chegando a Hora Zero, aquela onde tudo converge para que o crime perfeito seja executado com minúcia. Esta estranha reunião familiar vira tragédia quando é encontrada pela manhã a Sra. Tressilian, assassinada na sua cama, com o crânio esmagado...

Testemunha de Acusação (Witness for the Prosecution, 1982)


Um homem vai a tribunal, acusado de matar uma velha senhora para ficar com seu dinheiro. O julgamento é cheio de surpresas, inclusive com a esposa do acusado comparecendo para depor contra o próprio marido.

Noite Interminável (Endless Night, 1972)


Um jovem chofer inglês deseja construir a casa de seus sonhos, e vê a grande chance aparecer quando apaixona-se por uma bela herdeira americana. Porém, não demora a descobrir que a esposa tem estranhos hábitos, e sua vida torna-se um pesadelo interminável. Baseado em Noite Sem Fim.

O Cavalo Amarelo (The Pale Horse, 1997)


Vários assassinatos são descobertos após a morte de um padre.

The Agatha Christie Hour (1982)


Série de 10 episódios baseados nos romances escritos por Agatha Christie.

O Mistério dos Sete Relógios (Seven Dials Mystery, 1981)


Gerry Wade revelou-se um dorminhoco de primeira. Por isso, os outros hóspedes da casa resolveram pregar-lhe uma peça. Acertaram oito despertadores potentes para tocar, um após o outro, a partir das 6h30. Mas, ao amanhecer, um dos relógios tinha desaparecido. O tiro saíra pela culatra, com consequências trágicas. Sete esferas referentes a sete relógios constituem o cerne desta misteriosa aventura, que envolve uma extravagante organização secreta e põe em cena três deliciosos personagens de Agatha Christie: o superintendente Battle, o simpático Lorde Caterham e sua encantadora e corajosa filha Eileen. Juntos, eles terão que enfrentar um dos mais hábeis e cruéis assassinos de que já se teve notícia.

Mistério no Caribe (A Caribbean Mystery, 1983)


Enquanto Miss Marple está de férias em um resort de luxo no Caribe, um dos hóspedes lhe confidencia que tem provas de que um outro hóspede do hotel é um assassino em série sem escrúpulos, mas é envenenado antes que ele possa revelar sua identidade para ela.

Le grand alibi (2008)


Um psicanalista mulherengo é brutalmente baleado enquanto sua mulher está de pé sobre ele com um revólver na mão. Baseado no livro A Mansão Hollow.

The Passing of Mr. Quin (1928)


Primeira adaptação inglesa de uma obra da escritora, é baseado em A Chegada do Senhor Quin, conto do livro O Misterioso Senhor Quin.

Dhund (1973)


Dhund é a história de uma jovem mulher Rani Ranjit Singh ( Zeenat Aman ), cujo marido inválido Thakur Ranjit Singh ( Danny Denzongpa ) é assassinado . O dedo da suspeita aponta para a jovem viúva e seu amante Suresh Saxena ( Sanjay Khan ), mas o assassino pode ser outra pessoa. Adaptação indiana do livro e da peça Um Visitante Inesperado.

Sabotagem (Sabotage, 2014)


Membro de uma força tarefa de elite da agência anti-drogas dos Estados Unidos roubam o quartel general de um cartel de drogas. A situação se complica quando eles começam a morrer pouco a pouco. Arnold Schwarzenegger, Sam Worthington, Olivia Williams, Josh Holloway e Mireille Enos integram o elenco. Baseado em E Não Sobrou Nenhum.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Assista filmes online com Bud Spencer e Terence Hill



1- Eles Me Chamam Trinity/ Trinity é Meu Nome (Lo chiamavano Trinità, 1970)



Trinity viaja pelo deserto usando uma "cama índia" (uma espécie de padiola) arrastada pelo seu obediente cavalo. Ele chega a uma Estação de Diligências e come vorazmente um prato de feijão no restaurante do lugar. Ali estão dois pistoleiros caçadores de recompensa com um mexicano prisioneiro. Devido a poeira que cobre Trinity, eles não o reconhecem pelos retratos em seus cartazes. Após comer, Trinity vai até os pistoleiros e os manda soltarem o mexicano. Quando lhe perguntam seu nome ele responde "Eles me chamam de Trinity". Os pistoleiros conhecem sua reputação de "pistoleiro mais rápido" e seu apelido de "a mão direita do Diabo". E deixam que Trinity leve o prisioneiro. Um homem tenta atingi-lo pelas costas com um rifle através da janela mas Trinity o acerta sem olhar, mostrando sua habilidade e rapidez quase mística com as armas.

2- Trinity Ainda é Meu Nome (...continuavano a chiamarlo Trinità, 1971)


Bambino atravessa o deserto, encontra-se com quatro foragidos de Denver acampados, rouba seu feijão e cavalos. Um dos bandidos tenta impedi-lo e Bambino o soca na cabeça (como efeito disso o homem passará o filme todo apenas gemendo e andando sem rumo, numa piada recorrente). Após a partida de Bambino chega Trinity, arrastado em sua cama índia pelo cavalo. Depois que os bandidos tentam roubá-lo, Trinity os domina e pega o que restou dos feijões e vai embora. Pouco depois chega à casa de seus pais, onde Bambino está a tomar banho e ainda zangado com ele pelos eventos do filme anterior. Os bandidos do deserto o seguiram e tentam surpreendê-los durante o jantar mas a mãe de Trinity os afasta com um rifle em punho. O pai finge um ataque e pede a Bambino que prometa cuidar de Trinity. Os dois vão embora e Bambino tenta ensinar Trinity a ser um bom ladrão de cavalos. Quando chegam a uma cidade, Trinity vai jogar cartas num saloon numa mesa onde está o jogador profissional Wild Card Hendriks. Depois de ganhar no jogo e de uma rápida disputa que humilha Wild Card, Trinity e seu irmão começam a gastar o dinheiro comprando roupas e indo para um luxuoso restaurante. Na rua, Trinity encontra uma moça que ajudara no deserto e lhe mente que é um agente secreto do governo. A mentira se espalha pela cidade e alguns bandidos liderados por um homem chamado Parker lhe oferecem dinheiro para "manterem os olhos fechados". Os irmãos aceitam sem saberem do que se trata e depois vão para um vilarejo chamado San José. No lugar, o xerife corrupto avisa que ali todos trabalham para Parker e os irmãos acabam descobrindo um grande operação de contrabando de armas através da fronteira, que usa os monges de uma missão como fachada.

3- Espiões Por Acaso (Nati Con La Camicia, 1983)


Doug, um ex-presidiário, dá carona a Rosco, um viajante cuca-fresca. Parados pela polícia e confundidos com dois ladrões, eles conseguem fugir e embarcar num vôo sob o nome de dois passageiros atrasados - Steinberg e Manson. Porém, eles não sabiam que Steinberg e Manson são dois agentes do governo americano viajando em uma missão especial. Dentro do avião, um homem lhes entrega uma maleta com documentos e um milhão de dólares. Chegando aos EUA, eles são recebidos pelo alto escalão da CIA, que lhes confere uma missão ultra-secreta. Sem conseguir escapar da perigosa missão, Doug e Rosco terão de salvar o planeta em um piscar de olhos.

4- Os Encrenqueiros (Botte di Natale, 1994)


Os Encrenqueiros é o último filme da dupla inesquecível das comédias do faroeste, Bud Spencer e Terence Hill. Travis (Hill) é o pistoleiro mais rápido do Oeste. Seu irmão, Moses (Spencer), maior do que um urso, é um caçador de recompensas mais temido da fronteira. Quando a mãe dos irmãos decide reuni-los para comemorar o Natal, cabe ao Travis ir em busca do Moses. As aventuras tornam-se cada vez mais divertidas para os irmãos encrenqueiros, que enfrentam um vilão malvado, um cachorro raivoso e um urso temível.

5- Nós Jogamos com Os Hipopótamos (Io sto con gli ippopotami, 1979)


Imagine a dupla mais barulhenta e hilariante do cinema em uma aventura selvagem, no meio da África…Slim (Terence Hill) e Tom (Bud Spencer), não gostam quando um poderoso e inescrupuloso caçador alemão (Joe Bugner), começa a capturar os animais da selva para vendê-los a um zoológico do Canadá. Eles precisam ensinar uma lição para esse cara e para isso convocam seu exército particular…um exército muito especial composto por elefantes, hipopótamos e mais um montão de trapalhadas inconfundíveis que fazem até as hienas morrerem de rir…Uma aventura hilariante com a inconfundível marca dessa dupla do barulho. 

6- Deus Perdoa, Eu Não (Dio Perdona... Io No!, 1967)


Os amigos Cat Stevens (Terence Hill) e Hutch Bessy (Bud Spencer) somam forças para encontrar um velho amigo, Bill San Antonio (Frank Wolff), que supostamente estava morto, e recuperar o ouro que Bill roubou num assalto ao trem pagador.

7- Quem Encontra Um Amigo Encontra Um Tesouro (Chi Trova un Amico Trova un Tesoro, 1981)


Um homem consegue recuperar um misterioso mapa do tesouro, que foi deixado para trás pelo exércio japonês, em uma pequena ilha. Ele consegue carona em um barco de um aventureiro, que está dando a volta ao mundo. Sem que o navegador perceba, ele muda a rota da embarcação, rumo à ilha do tesouro. Tudo parece correr bem, até que, chegando ao tão sonhado local, eles descobrem que a ilha não é tão deserta quanto pensavam. Lá estão, além dos nativos, um soldado japonês que ainda guarda o tesouro.

8- Eu, Você, Ele e os Outros (Non c'è due senza quattro, 1984)


Greg Wonder e Eliot Vance, não tem nada em comum e, mesmo estando a milhares de quilômetros de distância um do outro, são contratados para um serviço ultra-secreto, que será muito bem pago por uma organização anônima. A missão é que a dupla substitua dois primos, Bastiano e Antonio Coimbra, que são muito parecidos com eles. O motivo é que os primos têm recebido seguidas ameaças de morte, já que seus rivais querem impedir que eles assinem um importante contrato. Greg e Eliot, precisam substituir os primos em todas as situações e, caso descubram quem está fazendo as ameaças, receberão um bônus de US$ 500 mil cada um. Eles então partem para o Rio de Janeiro, com a missão de sobreviver e conquistar o bônus prometido.

9- Dois Missionários do Barulho (Porgi l'altra guancia, 1974)


Terence Hill e Bud Spencer estrelam esta comédia onde dois missionários resolvem seus problemas utlizando os punhos e o evangelho! Como de costume, os nossos heróis ajudam os pobres a defenderem-se e provocar algumas brigas engraçadas nesse meio tempo, o que os torna conhecidos no meio religioso como "ovelhas negras". Uma cativante comédia com a dupla explosiva!

10- Dois Tiras Fora de Ordem (I due superpiedi quasi piatti, 1977)


Depois de uma improvável série de eventos e uma tentativa fracassada de roubo a um supermercado, Matt e Wilbur, acabam como ajudantes da polícia de Miami. Como patrulheiros das ruas da cidade, o trabalho deles consiste em destruir o poder das gangues de rua, incluindo um grupo de adolescentes que se veste como gangsteres de filmes antigos.

Veja mais clássicos completos aqui; Veja também filmes de Shirley Temple, Jerry Lewis, Charlie Chaplin e séries.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

O Homem da Máscara de Ferro (The Man In The Iron Mask, 1977)


Feito para a televisão em 1977, o filme é estrelado por Richard Chamberlain, Louis Jourdan, Patrick McGoohan e Jenny Agutter. Baseado na obra de Alexandre Dumas, conta a história de um homem inocente que é preso e obrigado a utilizar uma máscara de ferro para que ninguém possa identifica-lo. Embora boa parte da trama seja fictícia - pasmem - a inspiração de Dumas veio de acontecimentos reais!


Há diversas lendas em torno do prisioneiro denominado L'Homme au Masque de Fer (o homem da máscara de ferro), mas sabe-se muito pouco de sua história. O homem em questão ficou encarcerado por cerca de 34 anos, passando por diversas prisões, dentre elas a Bastilha e a Fortaleza de Pignerol. Acredita-se que seu nome era Eustache Dauger e que ele foi preso em torno de 1669 ou 1670, falecendo no dia 19 de novembro de 1703. O motivo do cárcere permanece até hoje envolto pelas mais diversas teorias, mas o que se sabe realmente é que sua identidade jamais foi revelada e ele nunca foi visto sem sua máscara desde então. A máscara utilizada não teria sido de ferro, e sim de veludo preto. Foi apenas após a publicação de Questions sur l'Encyclopédie, da autoria de Voltaire, que surgiram os boatos sobre a máscara de ferro. Voltaire foi preso brevemente em 1617 na Bastilha e ouvira certos comentários sobre o lendário preso, fazendo com que formulasse suas próprias teorias. Embora conhecido como Dauger, o prisioneiro foi enterrado com o nome Marchioly e todas as provas de sua existência, como roupas e objetos de sua cela, foram destruídas. 


Dentre as diversas teorias e lendas sobre a intensa proteção de sua identidade e os motivos que o levaram a ser preso está a de que o homem era, na verdade, o irmão mais velho do Rei Louis XIV, versão popularizada por Voltaire e pelo próprio Dumas, em seu livro publicado em 1840. Alguns vão ainda mais além, e dizem que o prisioneiro era não o irmão, e sim o pai biológico de Louis XIV. Segundo a teoria, Louis XIV não seria filho legítimo do Rei, Louis XIII, e sendo assim não teria direito ao trono, motivo pelo qual encarcerou o pai biológico impedindo que sua identidade fosse revelada. Outras versões são menos dramáticas e afirmam que o prisioneiro era um diplomata italiano chamado Antonio Ercole Matthioli, que teria sido culpado por levar a França a guerras com outras potências da época, mas existem provas históricas de que ele não era de fato o homem com a máscara. Entretanto, existem informações de que os dois monarcas sucessores de Louis XIV afirmaram que o detento era de origem italiana. Há também quem defenda que Eustache Dauger era apenas um empregado do cardeal Mazarin, que iria denuncia-lo por desvios de verbas. Os mitos sobre o homem da máscara de ferro permanecem instigando historiadores e curiosos até os dias de hoje, porém sua história continua sendo um enigma, sem nenhuma prova legítima sobre sua identidade tão cruelmente protegida e os motivos que levaram seus captores a temer tanto a descoberta de sua existência. 

O filme


Embora esteja apenas no episódio final do romance O Visconde de Bragelonne, livro escrito por Alexandre Dumas que narra a terceira e última etapa da saga dos Três Mosqueteiros, a história de O Prisioneiro da Máscara de Ferro tornou-se a mais conhecida e mais adaptada de todas as contidas na edição. A trama gira em torno dos irmãos gêmeos Louis e Filipe que embora iguais em aparência, possuem personalidades e posições sociais opostas. Louis é o tirano e pomposo rei da França, enquanto seu irmão Filipe é um homem simples e bondoso. Os dois são criados separadamente e a existência de Filipe é praticamente desconhecida. Ao descobrir que seu irmão ainda vive, Louis sente sua soberania ameaçada e decide mandar prende-lo, com ordens específicas para que seu rosto nunca fosse visto por ninguém, escondido sob uma máscara de ferro que jamais deveria ser retirada. Para isso irá contar com a ajuda do cruel e ambicioso Fouquet.  filme de 1977 traz o ator Richard Chamberlain no papel dos irmãos rivais e Louis Jourdan como d'Artagnan. Embora possua algumas mudanças em relação ao livro, o longa é, possivelmente, a melhor adaptação da história.

O filme foi recentemente lançado pela distribuidora Classicline e pode ser adquirido nas melhores lojas do ramo, como a Livraria Cultura. Para comprar o livro, clique aqui.


segunda-feira, 20 de junho de 2016

O que aconteceu com Natalie Wood?



Em 1981, durante seu segundo casamento (os dois haviam sido casados de 1957 até 1962 e reataram o romance dez anos depois, em 1972), a atriz Natalie Wood foi encontrada morta em circunstâncias misteriosas, vítima de afogamento durante um passeio de barco com o marido, Robert Wagner. Após investigações, a polícia não conseguiu nada concreto e a morte foi considerada acidental.




Algumas reportagens da época

A bordo do iate Splendour, o casal estava acompanhado do ator Christopher Walken e do capitão do barco. Natalie e Christopher tornaram-se amigos após se aproximaram durante as filmagens de Projeto Brainstorm, fazendo com que surgissem rumores de um possível caso entre os dois.


A versão apresentada é que, após consumir uma grande quantidade de álcool, Natalie se desequilibrou e caiu no mar durante a noite. A causa oficial da morte foi afogamento e hipotermia. Embora a atriz tenha pedido por socorro, segundo testemunhas que estavam em um barco próximo e ouviram seus gritos, os três homens a bordo do Splendour não a escutaram por estarem bastante embriagados e dormindo profundamente. Os tripulantes do outro barco não se encontravam próximos o suficiente para conseguirem resgata-la e tentaram em vão chamar a guarda costeira pelo rádio. Apenas horas depois de seu desaparecimento, Wagner chamou por ajuda, mas já era tarde demais. O corpo da atriz foi encontrado às 8 horas da manhã do dia seguinte.


Embora não tenha sido considerado oficialmente um suspeito, a versão de Robert Wagner nunca foi considerada satisfatória para a opinião pública. A ausência de Natalie no barco teria sido notada por volta das 23 horas, mas Wagner chamou as autoridades apenas horas depois, por ter achado que ela teria voltado ao restaurante onde haviam jantado naquele mesmo dia. Segundo as testemunhas que estavam no outro barco, era estranho que os homens a bordo do Splendour não tenham ouvido os gritos de socorro da atriz, já que estavam muito mais próximos do local de onde vinham os apelos desesperados dela. Horas antes, Natalie, Christopher, Robert e o capitão haviam ido jantar em um restaurante e, segundo relatos, os quatro beberam muito mais do que deveriam e se comportaram de maneira chamativa. Wagner não parecia de bom humor por estar incomodado com a proximidade entre Natalie e Walken. O próprio ator confessou em sua auto-biografia que havia brigado com a esposa, porém segundo o capitão do barco, a briga foi muito mais intensa do que o relatado por ele. Christopher Walken sempre evitou se pronunciar sobre o assunto, aumentando ainda mais o mistério sobre o caso. A irmã da atriz, Lana Wood, nunca se conformou e acusa publicamente seu cunhado até os dias de hoje.

Lana e Natalie Wood

Em 2011 o caso foi reaberto pela polícia depois das mudanças no depoimento do capitão do barco. Após cerca de 8 meses de investigação, nada novo foi descoberto e mais uma vez não foi tirada nenhuma conclusão a respeito. A causa da morte foi modificada de acidental para inconclusiva. Em 2016, Lana Wood tentou, em vão, conseguir uma confissão por conta própria, confrontando Wagner e gravando a conversa. Confira aqui Embora muitos considerem o ator culpado, as evidências contra ele são apenas especulações. Não há nenhuma prova concreta que demonstre que o ele realmente tenha assassinado a esposa, seja jogando ela do barco, seja demorando propositalmente para chamar o resgate. A hipótese de suicídio também chegou a ser levantada, mas é pouco provável, já que Natalie tinha verdadeiro pavor de água. Apesar da polêmica, as filhas do casal sempre ficaram ao lado do pai. O casal teve apenas uma filha, Courtney, mas Natasha, filha de Natalie com seu segundo marido, foi reconhecida e criada por Wagner, que obteve a custódia de ambas após o falecimento da esposa. O mistério permanece até hoje, dividindo opiniões, com argumentos tanto para a culpa quanto para a inocência do ator, sem nenhuma prova concreta.

Robert no funeral de Natalie