45 clássicos da literatura que foram transformados em filmes

Alguns escritores tiveram várias de suas obras adaptadas para o cinema, então para não ficar repetitivo, coloquei apenas uma de cada. Deixei de fora os clássicos brasileiros pois pretendo fazer uma postagem à parte sobre eles. Clique nas imagens para comprar os livros.

1- Mary Poppins


Um dos maiores clássicos infantis, Mary Poppins (1964) foi adaptado por Walt Disney tendo como base o livro de mesmo nome, escrito por P. L. Travers (Pamela Lyndon Travers), publicado originalmente em 1934. A história teve as seguintes continuações: Mary Poppins Retorna (1935), Mary Poppins Abre a Porta (1943), Mary Poppins no Parque (1952), Mary Poppins de A a Z (1962), Mary Poppins na Cozinha (1975), Mary Poppins na Rua das Cerejeiras (1982) e Mary Poppins e a Casa ao Lado (1988).



    


2- Laranja Mecânica


O livro de Anthony Burgess foi publicado em 1962 e ganhou uma célebre adaptação para o cinema em 1971, no filme de Stanley Kubrick. 


3- E o Vento Levou


O romance escrito por Margaret Mitchell foi publicado em 1936 e venceu o Prêmio Pulitzer no ano seguinte, tendo sido adaptado para os cinemas em 1939, transformando-se em um dos maiores clássicos de todos os tempos. Além da edição abaixo, que você pode adquirir clicando na imagem, há também edições mais econômicas, que você pode comprar aqui


4- O Poderoso Chefão


O livro foi escrito por Mario Puzo e publicado em 1969, com sua versão cinematográfica lançada em 1972. Os livros ganharam sequências, porém escritas por outros autores. 

    

5- Orgulho e Preconceito


O clássico escrito por Jane Austen e publicado originalmente em 1813, já ganhou algumas famosas adaptações para as telas, como as versões de 1940 e 2005 para o cinema, e a versão de 1995 para a televisão. O romance também inspirou filmes como O Diário de Bridget Jones (2001), uma comédia que tem como base a história de Austen. A autora também escreveu outros grandes clássicos, também adaptados, como Razão e Sensibilidade (1811) e Emma (1815). 


  


6- Drácula


Escrito por Bram Stoker e publicado em 1897, a história já ganhou inúmeras adaptações para cinema, incluindo filmes como Nosferatu (1922) e Nosferatu - O Vampiro da Noite (1979), que embora sejam baseados nos livros, modificaram os nomes dos personagens por conta de direitos autorais. Os atores Bela Lugosi e Christopher Lee interpretaram algumas vezes o personagem, sendo as versões mais famosas as de 1931 e 1958, respectivamente. Gary Oldman personificou Drácula em 1992 em Drácula de Bram Stoker, filme mais fiel à obra. Há várias versões baseadas no personagem, inclusive em desenhos e comédias, além de filmes de fantasia onde é citado. 


     


7- O Morro dos Ventos Uivantes


Publicado em 1847 e escrito por Emily Brontë, o romance recebeu fortes críticas na época de seu lançamento, porém hoje em dia é considerado um clássico, servindo como base para vários filmes, destacando-se as versões de 1939, com Laurence Olivier e Merle Oberon e a de 1992, com Ralph Fiennes e Juliette Binoche , e até mesmo para a música, como na canção "Wuthering Heights", de Kate Bush. 


8- O Grande Gatsby


Escrito por F. Scott Fitzgerald e publicado em 1925, o romance foi adaptado para as telas em 1926, 1949 e 2000, porém as versões mais famosas para o cinema foram as de 1974, com Robert Redford e Mia Farrow, e a de 2013, com Leonardo DiCaprio e Carey Mulligan. O autor também escreveu o conto O Curioso Caso de Benjamin Button, adaptado para o cinema em 2008, dentre outros.


9- Assassinato no Expresso Oriente


Um dos livros mais famosos da escritora Agatha Christie, foi publicado em 1934. A história ganhou uma versão para o cinema em 1974, contando com um elenco estelar que inclui nomes como Albert Finney, Lauren Bacall e Ingrid Bergman, que ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por seu papel. Há também as versões para a televisão feitas em 2001, com Alfred Molina e Leslie Caron, e um episódio da série Agatha Christie's Poirot com David Suchet e Jessica Chastain. A Dama do Crime foi a autora de diversas outras obras, muitas das quais também adaptadas para o cinema, como Morte no Nilo (1937), adaptado em 1978, com Bette Davis, e A Maldição do Espelho (1962), adaptado em 1980 com Elizabeth Taylor.


10- Romeu e Julieta


Possivelmente, o maior clássico da literatura, a história foi escrita por William Shakespeare entre 1591 e 1595, publicada pela primeira vez em 1597. A primeira versão, foi feita ainda na era do cinema mudo por Georges Méliès, porém as imagens foram perdidas. As versões mais relevantes das várias já feitas para o cinema são as de 1936, com Norma Shearer e Leslie Howard, bastante rejeitada na época por conta da idade dos atores, a de Franco Zeffirelli, feita em 1968, com Leonard Whiting e Olivia Hussey, até hoje a mais aclamada, e a de 1996, chamada Romeu + Julieta, com Leonardo DiCaprio e Claire Danes. A história também serviu e inspiração e foi citada em filmes como Shakespeare Apaixonado (1998) e Cartas para Julieta (2010), baseado no livro que contém cartas reais enviadas todos os dias para Julieta pedindo conselhos amorosos. Shakespeare é o escritor mais aclamado da história, tendo inúmeras adaptações de suas famosas obras, com os mais conceituados atores. Destacam-se, por exemplo, Hamlet (1603), interpretado por Laurence Olivier em 1948, Macbeth (1611), vivido por Orson Welles em 1948, e Julio Cesar (1599), protagonizado por Marlon Brando, como Marco Antonio, em 1953.






11- O Iluminado


Escrito por Stephen King e publicado em 1977, ganhou uma versão cinematográfica em 1980, estrelada por Jack Nicholson e Shelley Duvall. King foi autor de um grande número de obras de terror e suspense transformadas em filmes, como Carrie (1974), com a primeira versão em 1976 com Sissy Spacek, Misery (1974), adaptado em 1990 com o título de 'Louca Obsessão', estrelado por Kathy Bates e James Caan, dentre outros. Também fez sucesso com livros de drama, como À Espera de um Milagre (1996), com Tom Hanks protagonizando o longa lançado em 2000, Um Sonho de Liberdade (1982), que deu origem ao filme de 1994, com Tim Robbins, e As Quatro Estações, cujo conto O Outono da Inocência - O Corpo (1982), serviu como base para o longa Conta Comigo, de 1986, com River Phoenix.


12- Sherlock Holmes


Criado por Sir Arthur Conan Doyle, Sherlock Holmes protagoniza em uma série de livros, sendo o primeiro 'Um Estudo em Vermelho', publicado pela primeira vez na revista Beeton's Christmas Annual, em 1887. Ao todo, o personagem aparece em 4 romances e 56 contos. Já foram feitos diversos filmes tendo o famoso detetive e seu fiel escudeiro como protagonistas, dentre os quais destacam-se as versões com o ator Basil Rathbone na década de 40, 'A Vida Íntima de Sherlock Holmes' (1970), com Robert Stephens, as versões para a televisão com Peter Cushing na década de 60, os longas 'Sherlock Holmes' (2009) e 'Sherlock Holmes: O Jogo das Sombras' (2011), ambos com Robert Downey Jr. e a série da BBC 'Sherlock', com Benedict Cumberbatch. 




13- Psicose


Escrito por Robert Bloch, foi publicado em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. No ano seguinte, ganhou a famosa versão para o cinema, dirigida por Alfred Hitchcock, com Janet Leigh e Anthony Perkins nos papéis principais. Em 1998, ganhou outra adaptação, estrelada por Vince Vaughn, Julianne Moore, Viggo Mortensen e Anne Heche.



14- O Mágico de Oz


Escrito por L. Frank Baum e lançado em 1900, o livro foi um grande best-seller, levando o autor a escrever mais 13 livros sobre Oz. Em 1939, foi lançado o filme 'O Mágico de Oz', estrelado por Judy Garland. Em 2013, foi lançado o filme 'Oz: Mágico e Poderoso', com James Franco, que conta como seria a história da chegada do famoso mágico a Oz. 


15- O Silêncio dos Inocentes


Escrito por Thomas Harris, foi publicado em 1988. Este é foi o segundo livro da série onde o personagem Hannibal Lecter aparece, tendo sido apresentado anteriormente em 'Dragão Vermelho', de 1981. O terceiro e quarto livros da série foram intitulados 'Hannibal' (1999) e 'Hannibal, a Origem do Mal' (2006), respectivamente. Nos cinemas, a primeira adaptação foi feita em 1992, com o filme 'O Silêncio dos Inocentes', vencedor do Oscar nas cinco categorias principais do prêmio. Todos os livros da série foram adaptados para as telonas, seguindo-se 'Hannibal', em 2001, 'Dragão Vermelho', em 2002, e 'Hannibal, a Origem do Mal', em 2007. 

      


16- Lolita


Escrito por Vladimir Nabokov e publicado em 1955, ganhou versões para o cinema em 1962 e 1997, estreladas, respectivamente, por Sue Lyon e James Mason, e Dominique Swain e Jeremy Irons. 


17- A Fantástica Fábrica de Chocolates


A história foi escrita por Roald Dahl e publicada em 1964. Ganhou adaptações para o cinema em 1971, com Gene Wilder, e 2005, com Johnny Depp. O autor também escreveu livros como Matilda, Os Gremilins, e As Bruxas, adaptado para o cinema como 'A Convenção das Bruxas'. 


18- O Pequeno Príncipe


O livro foi escrito por Antoine de Saint-Exupéry e publicado em 1943. Ganhou uma versão nas telas em 1974, estrelado por Gene Wilder e Steven Warner. Em 2015, foi lançado em forma de animação, além de ter virado desenho na década de 80.

       

19- O Médico e o Monstro


Publicado originalmente em 1886, o livro foi escrito por Robert Louis Stevenson. A história já foi adaptada diversas vezes, destacando-se as versões de 1920, com John Barrymore, 1931, com Fredric March e 1941, com Spencer Tracy. feitas para o cinema, e as de 1968, com Jack Palance, 1973, com Kirk Douglas, e 2003, com John Hannah, feitas para a televisão. Além das representações com a trama original, a história já inspiroutambém séries, músicas e até mesmo episódios de desenhos animados, além de citações em filmes de fantasia, como A Liga Extraordinária (2003). O livro também é uma influência clara para O Incrível Hulk, além de ser a base para a comédia O Professor Aloprado, com versões em 1963 e 1996, que é uma paródia da história. Em 1990, foi publicado o livro 'Mary Reilly', escrito por Valerie Martin, contando a história do ponto de vista de uma das empregadas de Dr. Henry Jekyll. A história ganhou uma adaptação em 1996, com Julia Roberts e John Malkovich nos papéis principais. 




20- O Sol é Para Todos


Escrito por por Harper Lee e vencedor do Prêmio Pulitzer, o livro foi lançado em 1960, com sua versão cinematográfica feita em 1962, estrelada por Gregory Peck.


21- Anna Karenina


Escrito por Liev Tolstói, também autor de 'Guerra e Paz', começou a ser veiculado por meio da revista Ruskii Véstnik (O mensageiro russo), entre janeiro de 1875 e abril de 1877, mas seu desfecho não chegou a ser publicado nela por motivos de desacordo entre Tolstói e o seu editor, Mijaíl Katkov, sobre o final do romance. Portanto, a primeira edição completa do texto apareceu em forma de livro ainda em 1877. Dentre as várias adaptações para o cinema, destacam-se a de 1915, com  Betty Nansen, a de 1935, com Greta Garbo, a de 1948, com Vivien Leigh, a de 1985, com Jacqueline Bisset, a de 1997, com Sophie Marceau, e a de 2012, com Keira Knightley.


22- A Letra Escarlate 


Romance escrito por Nathaniel Hawthorne e publicado em 1850. A história teve versões para o cinema em 1911, com Lucille Young, em 1922, com Sybil Thorndike, em 1926, com Lilian Gish, em 1934, com Colleen Moore, em 1973, com Senta Berger e 1995, com Demi Moore. O livro também é citado e serve como base para a trama do filme adolescente 'A Mentira', de 2010.

      

23- Alice no País das Maravilhas


Escrito por Lewis Carroll e publicado em 1865, ganhou também uma continuação, intitulada 'Alice Através do Espelho e O Que Ela Encontrou Por Lá', lançada em 1871. A história já foi adaptada várias vezes, a primeira delas em 1903, com May Clark, em um curta-metragem ainda na era do cinema mudo. Também destacam-se as versões de 1915, com Viola Savoy, a de 1933, primeira adaptação falada, com  Ruth Gilbert, e que conta também com Gary Cooper e Cary Grant, a versão da Disney, em 1951, e a de 2010, com Mia Wasikowska e Johnny Depp. Alice também apareceu em séries, como Once Upon a Time in Wonderland (2013- 2014) e até mesmo desenhos animados, como Betty Boop e Mickey Mouse. 


         



24- O Colecionador


Escrito por John Fowles em 1963, tornou-se um best-seller, e dois anos depois foi adaptado para o cinema, num filme de William Wyler, com Terence Stamp e Samantha Eggar. O autor também escreveu A Mulher do Tenente Francês (1969), que inspirou a criação de uma peça e posteriormente do filme, com Meryl Streep, em 1981, que foi baseado na peça. 


25- Madame Bovary


O romance foi escrito por Gustave Flaubert e publicado em 1857, causando um grande escândalo por conter partes consideradas impróprias para a época, além de uma personagem adúltera, levando o autor aos tribunais para ser julgado por ofensas à moral e à religião. Em sua defesa, Flaubert utilizou a célebre frase ''Emma Bovary c'est moi" (Emma Bovary sou eu). Ele acabou sendo absolvido, embora não tenha sido perdoado pelos puritanos por sua crítica à sociedade e por ter escrito sobre o adultério feminino. O livro é considerado um pioneiro da literatura realista, além de ter servido como base para a designação de uma condição psicológica, denominada 'bovarismo', no qual a pessoa deturpa sua autoimagem, considerando-se mais admirável e superior do que realmente é, geralmente estando associada à insatisfação com sua realidade, criando ilusões inverossímeis. No cinema, destacam-se as versões de 1933, do diretor Jean Renoir, com Valentine Tessier, a de 1949, com Jennifer Jones, intitulada 'A Sedutora Madame Bovary', a de 1991, com Isabelle Huppert, e a de 2014, com Mia Wasikowska.

     

     

26- Frankenstein


Também conhecido como 'Frankenstein ou o Prometeu moderno', é um romance gótico escrito por Mary Shelley entre 1816 e 1817, quando a autora tinha apenas 19 anos. Foi publicado pela primeira vez em 1818, porém sem os devidos créditos de autoria, sendo aceita como a versão definitiva sua terceira publicação, em 1931. É considerada a primeira obra de ficção científica da história. Ao contrário do que muitos acreditam, o monstro no livro nunca foi nomeado, sendo sempre chamado de 'criatura', 'monstro', e outros adjetivos pouco lisonjeiros. Frankenstein é o nome do criador e não da criatura. O mito iniciou-se com a versão cinematográfica de 1931, onde o personagem foi chamado de Frankenstein, característica adotada também nos filmes posteriores. Embora não tenha sido oficialmente nomeado no livro, o fato é aceito por alguns, pois Victor Frankenstein era o 'pai' da criatura e é plausível que ambos tenham o mesmo sobrenome. Outra diferença dos filmes para o livro, é que na versão original, a criatura é descrita como tendo uma pele amarelada, enquanto no cinema geralmente é retratado na cor verde. A primeira adaptação para as telas deu-se em 1910, com  Charles Ogle no papel do monstro. A versão de 1931 é a mais famosa, e a que desenvolveu a aparência da criatura como a conhecemos, onde foi interpretado por Boris Karloff. O filme ganhou uma sequência em 1935, chamada 'A Noiva de Frankenstein'. A história gerou várias versões fantasiosas, que pouca coisa preservaram da versão literária, como Frankenstein Encontra o Lobisomem (1943), com Bela Lugosi,  Frankenstein tem que ser Destruído (1969), com Peter Cushing, e a paródia O Jovem Frankenstein (1974), com Gene Wilder. A adaptação mais fiel foi a de 1994, intitulada  Mary Shelley's Frankenstein, com Kenneth Branagh no papel de Victor Frankenstein e Robert De Niro interpretando a criatura. Em 2015, será lançada uma nova versão, com James McAvoy e Daniel Radcliffe nos papéis principais. O romance também serviu de inspiração para o filme Edward Mãos de Tesoura, de 1990.



27- Os Miseráveis


Uma das principais obras de Victor Hugo, também autor de clássicos como O Corcunda de Notre Dame e Os Trabalhadores do Mar, dentre outros, foi publicada em 1862. Dentre as inúmeras adaptações, destacam-se as versões de 1935, com Fredric March, a de 1958, com Jean Gabin,  e a de 2012, com Hugh Jackman, além da minissérie do ano 2000, com Gérard Depardieu, feita para a televisão francesa.


28- 007


Escritos por Ian Flemming, foram uma série de livros, inicialmente de bolso, sendo o primeiro lançado em 1953, intitulado Cassino Royale. O último livro escrito por Flemming foi A Morte no Japão (You Only Live Twice), em 1964, porém foram lançados outros títulos com novos autores. No cinema, já foram feitos 23 filmes baseados em suas histórias, sendo o primeiro a ser lançado '007 contra o Satânico Dr No', em 1962. Veja aqui todos os filmes e atores que interpretaram o agente britânico.




29- O Jardim Secreto


O livro foi escrito por Frances Hodgson Burnett, mesma autora de A Princesinha, e foi publicado em 1911. Embora a versão mais conhecida seja a de 1993, com Kate Maberly, a história foi adaptada para o cinema pela primeira vez em 1919, numa versão muda estrelada por Lila Lee. Margaret O'Brien protagonizou a versão de 1949. Em 1987, foi feita uma versão para a televisão britânica, com Gennie James e Colin Firth. O filme 'De Volta ao Jardim Secreto' (2001) foi lançado como uma continuação, com outros personagens e um enredo semelhante. A história possui também sua versão em desenho animado. Assista aqui.


30- Jane Eyre


Escrito por Charlotte Brontë e publicado em 1847, a temática foi considerada pela própria autora como oposta a dos livros de Jane Austen, por mostrar a emancipação da mulher e sua capacidade de trabalhar. A história foi adaptada diversas vezes, sendo a primeira delas em 1910, ainda na era do cinema mudo, protagonizado por Irma Taylor e Frank Hall Crane. Destacam-se também as versões de 1934, com Colin Clive e Virginia Bruce, a de 1943, com Joan Fontaine e Orson Welles, a de 1996, com William Hurt e Charlotte Gainsbourg, e a de 2001, com  Mia Wasikowska e Michael Fassbender. Confira a lista completa aqui.


31- O Retrato de Dorian Gray


Escrito por Oscar Wilde, foi publicado pela primeira vez como uma história periódica em 1890 na revista mensal 'Lippincott's Monthly Magazine'. Apesar das críticas relacionadas à moralidade, a obra foi revisada e ampliada, sendo publicada em 1891 como um romance. A primeira adaptação ocorreu em 1910, no curta estrelado por Valdemar Psilander, seguido de outras versões ainda na década de 1910. Foi adaptada novamente em 1945, tendo Hurd Hatfield como o personagem título. Destacam-se também as versões de 1970, com Helmut Berger, de 2001, com Ethan Erickson e Malcolm McDowell, e a de 2009, com  Ben Barnes e Colin Firth. O personagem Dorian Gray também apareceu no longa 'A Liga Extraordinária' (2003), sendo interpretado por Stuart Townsend. Veja todas as adaptações aqui 

    


32- Bonequinha de Luxo


O livro de Truman Capote foi lançado em 1958, transformando-se em filme em 1961, estrelado por Audrey Hepburn, que ficou imortalizada pela personagem. Capote também escreveu o sucesso A Sangue Frio em 1966, adaptado para o cinema no longa indicado ao Oscar, com Robert Blake em 1967. 


33- Tubarão


O best-seller de Peter Benchley foi lançado em 1974. Sua versão para o cinema foi feita no ano seguinte, realizada por Steven Spielberg, com Roy Scheider. O longa ganhou ainda algumas continuações devido ao grande sucesso. 


34- Por Quem os Sinos Dobram


Uma das mais famosas obras de Ernest Hemingway, o livro foi publicado em 1940. Virou filme em 1943, estrelado por Ingrid Bergman e Gary Cooper. O escritor teve um grande número de suas criações adaptadas para as telonas, dentre elas: O Sol Também se Levanta (1926), que serviu de base para E Agora Brilha o Sol, com Ava Gardner e Tyrone Power; Ter ou Não Ter (1937), que foi a inspiração para Uma Aventura na Martinica (1944), com Humphrey Bogart e Lauren Bacall; O Velho e o Mar (1952), que deu origem ao filme de mesmo nome com Spencer Tracy, em 1958; Adeus às Armas (1929), que se transformou nos longas de 1932, com Gary Cooper, e 1957, com Rock Hudson, dentre outros. 

                            



35- O Vale das Bonecas


O maior best-seller de todos os tempos foi escrito por Jacqueline Susann em 1966. O filme foi feito no ano seguinte, estrelado por Patty Duke, Barbara Parkins e Sharon Tate. O longa ganhou uma sequência em 1970, intitulada 'De Volta ao Vale das Bonecas', além de uma versão para a televisão em 1981 e uma série em 1994.


36- Os Três Mosqueteiros


Escrito por Alexandre Dumas (pai), também autor do clássico O Conde de Monte Cristo, o romance foi publicado em 1844. Dentre suas muitas adaptações, destacam-se a versão com Douglas Fairbanks, em 1921, a versão de 1948, com Gene Kelly e Lana Turner, a de 1993, com Kiefer Sutherland e Charlie Sheen, e a de 2011, com Matthew Macfadyen e Orlando Bloom. Devido ao grande sucesso do livro, Dumas escreveu duas sequências para a história: Vinte Anos Depois, lançado em 1845, e O Visconde de Bragelonne, escrito entre 1848 e 1850, inspiração para O Homem da Máscara de Ferro.


37- A Dama das Camélias 


O livro, publicado em 1848, foi escrito por Alexandre Dumas filho. Como o próprio nome já revela, o autor é filho de Alexandre Dumas, porém não foi reconhecido legitimamente. A história contém um enredo autobiográfico e foi inspirado em sua relação com a cortesã  Marie Duplessis, além da própria rejeição sofrida pelo escritor ao ser renegado pelo pai. Dentre as adaptações, destacam-se as versões de 1921, com Alla Nazimova e Rudolph Valentino, a de 1926, com Norma Talmadge e Gilbert Roland, a de 1936, com Greta Garbo e Robert Taylor, e a de 1981, com Isabelle Huppert e Gian Maria Volonté. 

    

38- 2001: Uma Odisseia no Espaço


A história foi escrita por Arthur C. Clarke em 1968, desenvolvida simultaneamente com sua versão cinematográfica, porém publicada após o lançamento do filme. O enredo é baseado em alguns contos anteriores de Clarke, como 'The Sentinel' e 'Encounter in the Dawn'. O livro ganhou três sequências: 2010: Odyssey Two, publicada em 1982 e adaptada para o cinema em 1984 (sem o envolvimento de Kubrick), 2061: Odyssey Three (1987) e 3001: The Final Odyssey (1997), os dois últimos ainda sem adaptações. Em 1972, o autor publicou um livro contando sobre seu trabalho com o diretor Stanley Kubrick durante a produção da história, intitulado 'Mundos Perdidos de 2001'.


39- O Planeta dos Macacos


A distopia foi escrita por Pierre Boulle e publicada em 1963. A história foi adaptada para o cinema em 1968, com Charlton Heston no papel principal. Em 2001, foi feito um novo filme, desta vez protagonizado por Mark Wahlberg, com a direção de Tim Burton, além das versões de 2011 e 2014, que mostram o começo a dominação do Planeta Terra pelos macacos. Foram intituladas, respectivamente: 'Planeta dos Macacos: A Origem', com James Franco, e 'Planeta dos Macacos: O Confronto', com Jason Clarke. Além das adaptações do livro, o filme de 1968 ganhou as seguintes continuações: 'De Volta ao Planeta dos Macacos' (1970), também com Charlton Heston, 'Fuga do Planeta dos Macacos' (1971), com Roddy McDowall reprisando seu papel nos filmes anteriores, 'A Conquista do Planeta dos Macacos' (1972) e Batalha do Planeta dos Macacos, ambos estrelados por Roddy McDowall, porém interpretando o papel de Caesar. O autor também escreveu A Ponte do Rio Kwai (1952), levado para as telas em 1957.


40- A Leste do Éden 


O livro foi escrito por John Steinbeck e publicado em 1952. Em 1955, uma parte da trama foi adaptada para o cinema, tendo James Dean como protagonista. Outro título bastante conhecido de autoria de Steinbeck, é o clássico 'As Vinhas da Ira', publicado em 1939 e ganhando uma versão cinematográfica no ano seguinte, com Henry Fonda. 


41- Oliver Twist


Uma das principais obras de Charles Dickens, o livro foi publicado em 1837. Adaptado inúmeras vezes para o cinema, destacam-se as versões de 1948, com John Howard Davies, muito elogiado, porém com algumas diferenças para o enredo original, o musical 'Oliver!', com Mark Lester e a adaptação de Roman Polanski em 2005, com Barney Clark. Dispensando apresentações, Dickens escreveu grandes clássicos da literatura, como David Copperfield (1850), Grandes Esperanças (1861) e Um Conto de Natal (1843).



42- Moby Dick


A história foi escrita por Herman Melville e publicada em 1851, tendo sido inspirada no naufrágio do navio Essex, comandado pelo capitão George Pollard, que havia sido atingido por uma baleia. O livro começa com uma das mais famosas frases da literatura inglesa, traduzida para o português como 'Chamai-me Ismael'. Foi adaptado para o cinema em 1956, com Gregory Peck e em 1998, para a televisão, com Patrick Stewart. Em 2010, o clássico ganhou uma outra versão, bastante criticada. 


43- A Primeira Noite de um Homem


De autoria de Charles Webb, foi publicado em 1963. Sua versão para o cinema veio em 1967, com Dustin Hoffman e Anne Bancroft.


44- Um Bonde Chamado Desejo


A peça foi escrita pelo dramaturgo Tennessee Williams em 1947, e foi vencedora do o Prêmio Pulitzer. Adaptado para as telas em 1951, o filme contou com Vivien Leigh e Marlon Brando como atores principais. A história também tem grande influência no longa 'Tudo Sobre Minha Mãe', de 1999. Williams também foi autor de sucessos como Gata em Teto de Zinco Quente (1955), De Repente, no Último Verão (1958) e A Noite do Iguana (1961).


45- Histórias Extraordinárias 


Publicada em dois volumes no ano de 1840, a coleção foi originalmente intitulada 'Tales of the Grotesque and Arabesque'. Virou filme em 1968, sendo dividido em três seguimentos, cada um dirigido por um diretor diferente. Participaram do projeto: Federico Fellini, Louis Malle e Roger Vadim. No elenco, grandes nomes como Brigitte Bardot, Alain Delon, Jane Fonda e Terence Stamp. A narração em inglês foi feita por Vincent Price. Vários de seus contos foram adaptados para o cinema por Roger Corman e estrelados por mestres do horror, especialmente o próprio Vincent Price. Destacam-se os longas 'O Corvo' (1963), 'A Máscara Mortal' (1964) e O Solar Maldito (1960). Uma de suas principais criações, 'Os Assassinos da Rua Morgue' (1841), apresenta o personagem considerado o precursor de Sherlock Holmes e Hercule Poirot, o detetive Dupin. A história ganhou quatro versões: O Crime da Rua Morgue (1932), com Bela Lugosi, O Fantasma da Rua Morgue (1954), com Karl Malden, Assassinatos na Rua Morgue (1974), com Jason Robards, e Os Assassinos da Rua Morgue (1986), feito para a televisão, com George C. Scott. Na década de 30, algumas representações de seus contos foram feitas, protagonizadas por atores como Boris Karloff e Bela Lugosi nos filmes da série Universal Monsters, como por exemplo 'O Gato Preto' (1934), onde os dois atuaram juntos pela primeira vez.

    

Postagens mais visitadas deste blog

O filho que Alain Delon abortou

8 atores que se suicidaram

20 Funko Pops de filmes pra você se apaixonar