Fotos inéditas de Doris Day durante a década de 50

Confira abaixo uma série de fotos raras e em cores da atriz durante a década de 1950:


Doris Day com o figurino do filme 'Lua Prateada' (By the Light of the Silvery Moon, 1953) do lado de fora de sua casa em Toluca Lake, Califórnia.


A atriz do lado de fora de sua casa em Burbank, Califórnia, no início da década.


Com um figurante nos bastidores do musical 'Paris em Abril' (April in Paris, 1952).


Com Jack Lemmon no intervalo das gravações de 'A Viuvinha Indomável' (It Happened to Jane, 1959).


Na gravadora Columbia Records em 1952.


Doris Day com jovens fãs durante uma viagem de transatlântico para a Inglaterra em 1956. A atriz viajou também para o Marrocos no mesmo ano para filmar 'O Homem Que Sabia Demais' (The Man Who Knew Too Much).


A atriz nas locações do musical 'Corações Enamorados' (Young At Heart, 1954).


Com seu filho Terry Melcher nos bastidores de 'Ardida Como Pimenta' (Calamity Jane, 1953).


Participando do programa de rádio de Bob Hope, em 1950.


Ensaiando nos estúdios da Warner.


No set do filme 'Com o Céu no Coração' (Lucky Me, 1954)


Cozinhando em sua casa, no início da década.


Fotografada no quintal de sua casa.


Falando no telefone no início dos anos 50 em sua casa.


Na suíte de sua casa em Beverly Hills, já no final dos anos 50.


Em sua casa já no final da década.


Na cozinha de sua casa, em 1957.


Com seu periquito de estimação.


Durante um passeio de barco na Espanha.


Sentada na varanda de sua casa em Burbank, Califórnia.



Fonte das fotos: variety.com

Atrizes que interpretaram Mata Hari, a espiã mais famosa do século

 

'Cortesã? Sim. Traidora, jamais!'. Segundo a lenda, esta foi a frase proferida por Mata Hari durante seu julgamento por espionagem na França. Nascida Margaretha Geertruida Zelle em 7 de agosto de 1876, a jovem holandesa casou-se aos 19 anos com um homem alcoólatra com o dobro de sua idade. Após brigas, infidelidades e agressões, a união ruiu definitivamente após a perda do filho mais velho do casal. Sem dinheiro e com sua filha caçula sob a tutela do ex-marido, parte para Paris com o intuito de tentar uma nova vida. Em 1905, inicia sua carreira de dançarina exótica e cortesã, utilizando elementos da cultura oriental em seus shows, adquiridos durante a temporada que passou em Java durante seu matrimônio. Com o nome 'Mata Hari', que significa 'olho do dia', ela construiu um mito sobre sua origem, aproveitando-se de suas características físicas pouco comuns na Europa, que lhe conferiam um ar sedutor e misterioso. Com a chegada da Primeira Guerra Mundial e com a diminuição do público de suas apresentações, acabou aceitando uma quantia em dinheiro para ser uma espiã alemã, com o codinome H-21. Segundo os historiadores, as informações passadas por ela aos alemães eram sem importância ou já expostas em jornais da época. Seu envolvimento com espiã para a França veio após apaixonar-se pelo jovem oficial russo Vadim Maslov. Com o amado ferido em combate, ela concordou em ser recrutada pelos franceses para conseguir a permissão para visita-lo. Em 1917, foi presa em seu quarto de hotel por oficiais franceses sob a acusação de alta traição e de ser uma agente dupla. Seu julgamento foi bastante controverso e, baseado em provas circunstanciais, ela foi condenada à morte, sendo fuzilada em 15 de outubro de 1917, aos 41 anos. Embora, nos dias de hoje, seja quase um consenso que Mata Hari foi utilizada como bode expiatório pelo governo francês, sua imagem de mulher fatal e sua fama como espiã ficaram entranhadas na cultura popular, com inúmeras referências e inspirações. Confira abaixo alguns dos filmes mais famosos sobre sua vida:

Biografias

Magda Sonja em 'Mata Hari' (Mata Hari, die rote Tänzerin, 1927)


Considerado o primeiro longa-metragem sobre Mata Hari, o filme alemão foi lançado ainda na era do cinema mudo, estrelado por Magda Sonja no papel principal.

Greta Garbo em 'Mata Hari' (1931)


Em seu maior sucesso comercial, Greta Garbo interpreta a dançarina nessa versão levemente baseada em sua vida, embora a maior parte do enredo seja ficcional. Como era de praxe, o Código Hays censurou muitas cenas do filme em uma reedição em 1936, como a da protagonista dançando com a estátua de Shiva e insinuações sexuais mais óbvias entre a protagonista e seu par romântico, vivido por Ramon Navarro

Jeanne Moreau em 'Mata Hari - A Agente 21' (Mata Hari, Agent H21, 1964)


.

Seguindo a linha dos longas anteriores, o filme franco-italiano protagonizado por Jeanne Moreau também conta de maneira romanceada a vida da dançarina exótica, retratando-a como uma espiã que acaba se apaixonando por sua 'vítima'.

Cosetta Greco em 'Dossier Mata Hari' (1967)


Minissérie italiana em quatro episódios, com foco para seu interrogatório e julgamento.

Gracita Morales e Carmen de Lirio em 'Operación Mata Hari' (1968)


Comédia espanhola onde Mata Hari consegue fugir com a ajuda de sua empregada Guillermina, que precisa se passar por ela para encontrar com o chefe da contra-espionagem alemã.

Josine van Dalsum na minissérie 'Mata Hari' (1981)

Série em 4 episódios que narra, através de flashbacks, a vida de Mata Hari desde a infância até seu derradeiro destino.

Sylvia Kristel em 'Mata Hari' (1985)


Filme erótico e repleto de cenas de nudez, traz Mata Hari envolvida em um triângulo amoroso fictício, tornando-se uma espiã para tentar ajudar a França, acabando por ser condenada pelas autoridades que sabiam de sua inocência.

Maruschka Detmers em 'Mata Hari - A Verdadeira História' (Mata Hari, la vraie histoire, 2003)


Longa francês, com enfoque na prisão e no julgamento da dançarina.

Vahina Giocante em 'Mata Hari' (2016 - 2017)


A série biográfica produzida na Rússia é composta por 12 episódios sobre a vida de Mata Hari.

Natalia Wörner em 'Mata Hari: Tanz mit dem Tod'/ 'Mata Hari und Mademoiselle Docteur' (2017)


Nesta versão alemã, vemos Mata Hari como uma dançarina em decadência que começa a ser treinada pela Dr. Elisabeth Schragmüller como espiã.

Anlezia Moné em 'Mata Hari' (2017)


Curta-metragem ficcional baseado na vida da dançarina, produzido na África do Sul.

Inspirações e Menções

Marlene Dietrich em 'Desonrada' (Dishonored, 1931)


Embora não seja uma biografia, o longa traz um enredo claramente inspirado na história de Mata Hari, tendo como protagonista Marlene Dietrich na pele de Marie Kolverer, uma prostituta que ganha o  codinome X27 ao tornar-se uma espiã. Ela se apaixona por um oficial russo mas logo se vê acusada de traição e condenada à morte.

Françoise Fabian em 'La caméra explore le temps' (1957–1966)


O episódio foi ao ar em 14 de janeiro de 1964, na série francesa que recontava grandes acontecimentos da humanidade.

Domiziana Giordano em 'O Jovem Indiana Jones' (The Young Indiana Jones Chronicles, 1992 - 1993)


A dançarina foi personagem da série sobre a juventude de Indiana Jones no episódio intitulado 'Paris, October 1916' (1993), onde o futuro arqueólogo perde sua virgindade com Mata Hari.

Zsa Zsa Gabor em 'Up the Front' (1972)


A atriz faz apenas uma rápida aparição como Mata Hari no longa sobre um rapaz covarde que é hipnotizado adquirir bravura e ajudar a vencer a Primeira Guerra.

Doris Day em 'A Espiã de Calcinha de Renda' (The Glass Bottom Boat, 1967)


Doris Day aparece vestida coo Mata Hari em uma das cenas da comédia romântica, mas tudo não passa da imaginação de um dos personagens.

Joanna Pettet em 'Cassino Royale' (1967)


A comédia britânica que parodia os filmes de 007, revela a existência de uma filha dos dois espiões mais famosos do mundo: Mata Hari e James Bond. A bela Mata Bond mostra que herdou da mãe a sensualidade e o dom para dança.

Estreias para ficar de olho ainda em 2020

 Confira abaixo algumas estreias interessantes para o restinho do ano:


Enola Holmes - 23 de setembro


Quando sua mãe desaparece em seu aniversário de 16 anos, Enola procura a ajuda de seus irmãos mais velhos. Mas assim que ela percebe que eles estão menos interessados em resolver o caso do que mandá-la para o internato, Enola faz a única coisa que uma garota esperta, cheia de recursos e destemida em 1880 faria. Ela foge para Londres para encontrá-la. Encontrando diversos personagens memoráveis pelo caminho, Enola se acha no meio de uma conspiração que pode alterar o rumo da história política. Com Mille Bobby Brown, Sam Claflin e Henry Cavill.

The Glorias - 30 de setembro


Gloria Steinem é o tema dessa cinebiografia que analisa a mulher por trás da ativista, cuja a contribuição para o movimento feminista encontrou seu ápice durante as décadas de 60 e 70. Com Alicia Vikander, Julianne Moore e Janelle Monáe. O filme irá estrear diretamente na plataforma de streaming Amazon Prime.

A Paixão Segundo G.H. - 8 de outubro


A Paixão Segundo G.H. aocmpanha uma mulher moradora de Copacabana, Rio de Janeiro, chamada G.H.. Quando demite sua empregada, ela decide imediatamente fazer uma limpeza no quarto de serviço, presumindo que o encontrará sujo e cheio de tralhas. Lá ela mata uma barata e acaba mergulhando em uma reflexão existencial, contemplando a perda de sua identidade. Com Maria Fernanda Cândido.

Rebecca - 21 de outubro


Uma jovem de origem humilde se casa com um rico nobre e se muda para sua intimidadora mansão na costa da Inglaterra. Chegando lá, ela passa a viver às sombras da falecida Rebecca, a misteriosa esposa anterior de seu marido, e vai aos poucos descobrindo segredos sobre seu passado. Com Lily James, Armie Hammer e Kristin Scott Thomas. Estreia diretamente na Netflix.

Morte no Nilo (Death on the Nile) - 23 de outubro


Durante sua viagem de lua de mel num cruzeiro pelo rio Nilo, Linnet Ridgeway, uma rica herdeira, é morta e por coincidência quase todos os passageiros têm motivos para matá-la. Enquanto as investigações têm início no próprio navio, novas mortes acontecem com o intuito de encobrir a verdade. Com Kenneth Branagh, Gal Gadot e Armie Hammer.

Stardust - 12 de novembro


Startdust relata, com uma visão intimista, momentos do processo de inspiração do inesquecível alter-ego de David Bowie, uma das maiores lendas da história da música. Em 1971, um jovem David Bowie de 24 anos vem para a América para promover seu novo disco, The Man Who Sold the World. Deixando Angie , sua esposa grávida, para trás, Bowie embarca com sua banda numa turnê com o lutador do Mercury Records, Rob Oberman. Durante sua jornada, Bowie sente a necessidade de se reiventar e inicia uma trajetória de autodescoberta. Com isso, nasce seu icônico alter-ego e um dos maiores ícones culturais do mundo Ziggy Stardust.Startdust. Com Johnny Flynn, Jena Malone e Marc Maron.

Amor, Sublime Amor (West Side Story) - 17 de de dezembro


West Side Story é uma adaptação do musical de 1957 e se passa no lado oeste da cidade de Nova York, onde os Jets e os Sharks são gangues polonesas e porto-riquenhas, respectivamente, que se odeiam e lutam entre si para dominar o território em seu bairro. A briga se intensifica quando os dois líderes das gangues rivais se apaixonam, transformando o cenário em uma total tragédia. Com Ansel Elgort, Rachel Zegler e Rita Moreno.

Bônus: Ratched ( Série) - 18 de setembro


Conta a história da origem da enfermeira de asilo Mildred Ratched . Em 1947, Mildred chega ao norte da Califórnia para procurar emprego em um importante hospital psiquiátrico, onde novos e inquietantes experimentos começaram na mente humana. Em uma missão clandestina, Mildred se apresenta como a imagem perfeita do que uma enfermeira dedicada deve ser, mas as rodas estão sempre girando e quando ela começa a se infiltrar no sistema de saúde mental e dentro dele, o exterior elegante de Mildred esconde uma escuridão crescente que há muito tempo está ardendo por dentro, revelando que verdadeiros monstros são feitos, não nascem. O enredo da enfermeira se passa antes da história de Um Estranho no Ninho (One Flew Over the Cuckoo's Nest, 1975). Com Sarah Paulson,
Amanda Plummer e Sharon Stone.

Filmes de Alfred Hitchcock online e gratuitos no Youtube - dublados e legendados

É até difícil escolher um favorito dentre os clássicos do mestre do suspense! Com diversos longas considerados verdadeiras obras-primas, Alf...