Grandes divas que trabalharam juntas em filmes pouco conhecidos

Existe uma infinidade de clássicos onde grandes divas trabalharam juntas. Posso citar rapidamente filmes como Grande Hotel (1932), com Greta Garbo e Joan Crawford, As Mulheres (1939), com um elenco todo feminino repleto de estrelas, Sangue e Areia (1941), com Rita Hayworth e Linda Darnell, Mogambo (1953), com Grace Kelly e Ava Gardner.. Enfim, a lista jamais pararia de crescer. O objetivo deste post é enumerar não os encontros em filmes muito conhecidos, e sim relembrar longas menos celebrados onde duas atrizes famosas contracenaram, mas pouca gente sabe. Se vocês gostarem deste tipo de matéria, farei também uma versão masculina.

1- Rita Hayworth e Joan Crawford em Uma Mulher Original (Susan and God, 1940)


O filme conta a história a história de uma mulher rica que se torna uma fanática religiosa e começa a passar por problemas em seu casamento. Protagonizado por Joan Crawford, traz também a presença de Rita Hayworth em um papel secundário, embora a atriz já tivesse uma fama moderada na época.

2- Audrey Hepburn e Romy Schneider em A Herdeira (Bloodline, 1979)


Baseado na obra de Sidney Sheldon, o filme é considerado ruim por grande parte do público, apesar de seu elenco de peso, encabeçado por Audrey Hepburn. Após uma longa pausa na carreira para se dedicar aos filhos, a atriz voltou a atuar em alguns longas, porém não conseguiu o mesmo sucesso de antes. Romy Schneider divide a tela com Audrey, em um papel coadjuvante apenas três anos antes de sua morte.

3- Gene Tierney e Ginger Rogers em Viúva Negra (Black Widow, 1954)


Na década de 50, as duas atrizes já não estavam mais no seu auge e começavam a entrar numa fase de baixa em suas carreira. O filme noir gira em torno da investigação do assassinato de uma jovem, cujo principal suspeito é o marido da personagem de Gene Tierney.

4- Barbara Stanwyck e Bette Davis em No Palco da Vida (So Big!, 1932)


É incrível que duas das maiores atrizes do cinema tenham trabalhado em um mesmo filme e tão poucas pessoas o conheçam. Em 1932, Bette Davis, ainda no início de sua carreira, interpreta um papel secundário no longa protagonizado por Barbara Stanwyck. Embora já tivesse feito alguns trabalhos, Stanwyck também não havia ainda chegado em seu auge nesta altura. O enredo conta a história de uma mulher simples que luta para criar seu filho sozinha, após a morte de seu marido. Com o passar dos anos, seu filho cresce e se apaixona por uma artista, interpretada por Davis.

5- Natalie Wood, Marilyn Monroe e June Haver em Torrentes de Ódio (Scudda Hoo! Scudda Hay!, 1948)


O filme é conhecido entre os fãs de Marilyn Monroe por ter sido o primeiro em que a atriz teve uma fala. A atriz aparece em uma figuração contracenando com June Haver, a protagonista, e Natalie Wood ainda em sua infância. Marilyn e Natalie se conheceram nos bastidores e desenvolveram um carinho mútuo. A história mostra um triângulo amoroso entre a personagem de June com dois irmãos, que tem uma certa rivalidade entre si. Veja a cena abaixo:


6- Jane Powell, Elizabeth Taylor e Carmen Miranda em O Príncipe Encantado (A Date with Judy, 1948)


Esse filme é bastante conhecido e não se encaixa exatamente no objetivo do post. Mas como postei um vídeo há pouco na página do blog no facebook e algumas pessoas comentaram que não sabiam que Carmen havia contracenado com Liz e Jane Powell, decidi inclui-lo na lista. O filme mostra as confusões amorosas de duas jovens, que se apaixonam pelo mesmo rapaz. Ao mesmo tempo, uma delas acha que seu pai está tendo um caso com uma cantora. Veja a cena das três:



7- Maureen O'Hara e Lucille Ball em A Vida é uma Dança (Dance, Girl, Dance, 1940)


As atrizes interpretam duas amigas dançarinas que seguem táticas opostas para vencer na carreira. Enquanto a personagem de Lucille Ball usa a sedução para conseguir o que quer, a de Maureen O'Hara leva a sério a profissão e tenta mostrar seu talento. Ao se apaixonarem pelo mesmo homem, elas se tornam rivais.

8- Jayne Mansfield e Joan Collins em Ciúme, Tempero do Amor (The Wayward Bus, 1957)


O filme se passa em um ônibus, onde as duas divas interpretam mulheres com problemas, e que enfrentam as aventuras de uma viagem turbulenta.

9- Marlene Dietrich e Kim Novak em Apenas um Gigolô (Just a Gigolo, 1978)


Protagonizado por David Bowie, o filme conta com a presença das divas Kim Novak e Marlene Dietrich, em seu último filme como atriz. As duas não chegam a contracenar juntas. O enredo é sobre um homem que não consegue arrumar um emprego e decide virar um gigolô, saindo com mulheres ricas.

10- Joan Fontaine e Barbara Eden em Viagem ao Fundo do Mar (Voyage to the Bottom of the Sea, 1961)


Já com poucas oportunidades de trabalho, Joan Fontaine dividiu a cena com a então desconhecida Barbara Eden no longa de 1961, sobre uma expedição que luta para salvar o Planeta Terra.

Postagens mais visitadas deste blog

O filho que Alain Delon abortou

8 atores que se suicidaram

A verdadeira Elise McKenna