Personagens de filmes na vida real - Parte II


No ano passado, fiz uma postagem que teve bastante sucesso e foi uma das matérias que mais gostei de pesquisar e escrever. Porém, coloquei personagens de apenas 15 filmes, então resolvi fazer uma continuação. Espero que gostem! Para ler a primeira parte, clique aqui.

A Lista de Schindler (Schindler's List, 1993)

No longa, Liam Neeson interpreta o protagonista Oskar Schindler, um alemão que inicialmente utiliza a Guerra e a situação dos judeus para enriquecer, mas acaba se tornando um herói ao salvar a vida de mais de 1.100 judeus ao emprega-los em sua fábrica, evitando que fossem para os campos de concentração. 

Liam Neeson 

O verdadeiro Oskar Schindler:


Itzhak Stern, um judeu que se torna contador, parceiro comercial e, posteriormente, amigo de Schindler, foi interpretado por Ben Kingsley. Stern teve fundamental importância, tanto no filme quanto a vida real, para que tantas vidas fossem salvas. 

Liam Neeson e Ben Kingsley em cena do filme

Itzhak Stern e Oskar Schindler:


Ralph Fiennes interpretaou Amon Göth, um oficial nazista responsável por atos bárbaros, que acabou sendo enforcado no campo de Płaszów. Algumas cenas mostradas no filme, como as do personagem atirando aleatoriamente de sua sacada, aconteceram na vida real. Göth costumava atirar em quem parecesse estar andando devagar ou descansando do serviço. 

Ralph Fiennes

Amon Göth após ser preso, 1945


Amon Göth teve duas empregadas chamadas Helen, Helen Jonas-Rosenzweig e Helen Hirsch, agora Helen Horowitz, porém no filme elas foram transformadas em apenas uma personagem, Helen Hirsch, vivida por Embeth Davidtz. 

Ralph Fiennes e Embeth Davidtz

O diretor Steven Spielberg com Helen Jonas-Rosenzweig:


O testemunho dela em vídeo:



Helena (Helen) Horowitz:


Seu testemunho em vídeo:


Uma parte da real lista de Schindler:



Prenda-me se for Capaz (Catch Me If You Can, 2002)

Leonardo DiCaprio interpreta o impostor Frank Abagnale, Jr, que aplica golpes desde a adolescência e finge ser piloto de avião, médico e advogado.

Leonardo DiCaprio

O verdadeiro Frank em seus tempos de 'piloto':


Após sua prisão, ele recebeu a proposta de trabalhar para o governo americano ajudando a solucionar casos de fraudes monetárias. Após ser solto, começou a trabalhar em um banco, fazendo palestras e ensinando como evitar fraudes. Hoje em dia, é milionário e faz palestras em todo o mundo alertando empresas contra fraudes, além de ter fundado sua própria empresa de consultoria, Abagnale & Associates. 


Uma curiosidade é que o próprio Frank faz uma participação no filme, como um dos policiais que prende Leonardo DiCaprio. Foto via.


Carl Hanratty, interpretado por Tom Hanks, é o policial que consegue prende-lo. Porém o nome do personagem foi alterado, tanto no filme quanto no livro autobiográfico de Frank, onde aparece com o nome de Sean O'Riley. Revelou-se mais tarde que seu nome real é Joe Shea.


O filme começa com Frank participando de um programa de tv, chamado To Tell The Truth. Veja abaixo sua real participação, em 1977:


Em Busca de um Sonho (Gypsy, 1962)

Natalie Wood interpreta a dançarina burlesca Gypsy Rose Lee, famosa por ter criado um novo estilo em suas apresentações.


A verdadeira Gypsy: 


Nascida Rose Louise, Gypsy nem sempre foi considerada uma estrela, principalmente por sua mãe, que tinha olhos apenas para sua filha mais jovem, June. Rose Hovick fazia de tudo para que sua filha caçula alcançasse o estrelato, até que esta resolveu fugir e casar-se ainda adolescente para poder tomar conta de sua própria vida, longe do domínio de Mama Rose. June tornou-se atriz, dançarina, escritora e diretora de teatro, utilizando o nome June Havoc. 


Uma de suas apresentações:


O filme retrata a vida da família desde a infância das meninas, quando June se apresentava como Baby June, a estrela do espetáculo, com Louise (Gypsy) à sombra de sua irmã. Morgan Brittany e Ann Jilliann intrepetam June na infância e adolescência, respectivamente, enquanto Diane Pace interpreta Louise quando criança. 

Natalie Wood e Ann Jilliann

Foto real das irmãs: 


Rosalind Russell abrilhanta o elenco do musical interpretando Mama Rose, com toda a energia necessária. 


Fotos dos passaportes verdadeiros de Ellen June, Rose Louise (Gypsy), sua mãe Rose Hovick. Via.


Gypsy em cena, no filme A Loucura de Mimi (Screaming Mimi, 1958)


O filme foi baseado no musical da Broadway 'Gypsy: A Musical Fable', de 1959, que por sua vez foi baseado no livro de memórias da própria Gypsy Rose Lee, intitulado 'Gypsy: A Memoir'.

Natalie Wood e Gypsy Rose Lee durante as gravações do filme

June Havoc e Gypsy Rose Lee

O Expresso da Meia-Noite (Midnight Express, 1978)

No longa, Brad Davis interpreta um jovem americano preso na Turquia após ser pego tentando transportar haxixe ilegalmente. O filme mostra todas as dificuldades sofridas por ele na cruel prisão turca, onde sofre agressões físicas e passa a ter afetada até mesmo sua sanidade mental. 


O drama é baseado no livro autobiográfico de Billy Hayes, que narra sobre o tempo em que esteve preso e suas tentativas de fuga.


Billy Hayes e Brad Davis

O Jogo da Imitação (The Imitation Game, 2014)

Benedict Cumberbatch vive o pai da computação, Alan Turing, responsável por inventar uma máquina capaz de decifrar os códigos alemães durante a Segunda Guerra. 


Pioneiro na inteligência artificial e na ciência da computação, desenvolveu o conceito de algorítimo e computação com a invenção da Máquina Turing, a base para a criação dos computadores modernos. Turing também desenvolveu uma máquina capaz de decodificar a Máquina Enigma, utilizada pelos alemães durante a Segunda Guerra para se comunicar através de códigos até então indecifráveis para seus inimigos. Apesar de toda sua genialidade e contribuição durante a Guerra, ele acabou sendo preso devido a sua homossexualidade e submetido a uma castração química e uso de hormônios femininos, como alternativa para a prisão. Faleceu dois anos depois, aparentemente devido a autoadministração de cianeto, mas sua família considerou a morte acidental. Em 2009, uma campanha na internet fez com que o Primeiro-Ministro britânico Gordon Brown fizesse um pedido oficial de desculpa em nome do governo britânico pela forma como Turing foi tratado após a Guerra e em 2013, recebeu o perdão real da Rainha Elizabeth por sua condenação por homossexualidade. 


Viva Zapata!, 1952


Considerado um herói no México, Emiliano Zapata foi o líder da Revolução Mexicana de 1910, que lutou contra a ditadura de Porfirio Díaz. Dentre outros filmes, foi interpretado em 1952 por Marlon Brando.


Seu irmão, Eufemio Zapata, foi interpretado pelo mexicano Anthony Quinn, que ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por seu desempenho.

Anthony Quinn

Eufemio Zapata

Jesse James


Jesse James se tornou uma lenda, tendo sido retratado em vários filmes e interpretado por atores como Tyrone Power (Jesse James - Lenda de uma era sem lei, 1939), Robert Wagner (Quem foi Jesse James, 1957), Clayton Moore (A Volta de Jesse James, 1947) e Brad Pitt (O assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford, 2007), dentre outros.


Antes de começar a vida no crime, Jesse James e seu irmão mais velho Frank eram agricultores. Com a Guerra Civil, os dois se tornaram notórios assaltantes, constantemente procurados pela justiça. Jesse James foi assassinado pelos irmãos Ford em troca da recompensa oferecida por sua captura, tornando-se um ícone da cultura popular, considerado um dos melhores cowboys a utilizar uma arma. 



Os irmãos Jesse e Frank James, 1872:


John Dillinger


Retratado mais recentemente em 2009, no filme Inimigos Públicos, onde foi interpretado por Johnny Depp, John Dillinger dominou a atenção da imprensa na década de 30, juntamente com outros famosos criminosos da época, como Bonnie e Clyde, tornando-se um constante interesse da cultura popular, inspirando músicas, livros e, claro, diversos filmes. Embora temido como um criminoso perigoso por alguns, era idolatrado por muitos, considerado uma espécie de Robin Hood, por roubar apenas bancos, considerados os culpados pela Grande Depressão que assolava os Estados Unidos na ocasião. Dillinger já foi retratado por atores como Lawrence Tierney (Dillinger, 1945), Warren Oates (Dillinger, 1973), Mark Harmon (Dillinger - Uma Lenda do Crime, 1991), Martin Sheen (Dillinger e Capone, 1995) e Robert Conrad (The Lady in Red, 1979). O personagem Duke Mantee, interpretado por Humphrey Bogart no filme A Floresta Petrificada, de 1936, foi inspirado em John Dillinger, tendo o mesmo penteado e estilo de roupas que ele costumava usar.


O verdadeiro John Dillinger: 



A Invenção de Hugo Cabret (Hugo, 2012)


Misturando ficção com alguns fatos reais, o filme, que é baseado no livro de Brian Selznick, conta a história do órfão Hugo Cabret, que vive sozinho em uma estação de trem. Personagem fundamental na trama, o cineasta George Méliès tem partes de sua vida retratadas no longa. Méliès começou como ilusionista e tornou-se um pioneiro no cinema, considerado o pai dos efeitos especiais, que fazia utilizando fotografias. Fez mais de 500 filmes e construiu o primeiro estúdio cinematográfico da Europa, além de ser o primeiro cineasta a usar desenhos de produção e storyboards para projetar suas cenas. Foi interpretado em A Invenção de Hugo pelo ator Ben Kingsley.


O verdadeiro Méliès:


Sua esposa, Jeanne d'Alcy, atriz da maioria de seus filmes, também aparece no longa, representada por Helen McCrory. 


Helen McCrory e a real Jeanne d'Alcy (preto e branco)

Assim como no filme, George Méliès possuía uma loja de brinquedos na Estação de Trem Montparnasse:

Cena do filme


Assista seu filme mais famoso, 'Viagem à Lua' (Le Voyage dans la lune, 1902)



Meia-Noite em Paris (Midnight in Paris, 2011)


No longa de Woody Allen, o protagonista, interpretado por Owen Wilson, se transporta para a Paris dos anos 20 e tem a possibilidade de conhecer várias grandes personalidades da época. Alguns dos artistas retratados são:

O casal de escritores Zelda e F. Scott Fitzgerald, interpretados por Alison Pill e Tom Hiddleston



O pintor Salvador Dali, interpretado por Adrien Brody



Corey Stoll interpretou o famoso escritor Ernest Hemingway



Kathy Bates viveu a escritora feminista Gertrude Stein



Josephine Baker foi representada por Sonia Rolland



Pablo Picasso foi retratado pelo ator Marcial Di Fonzo Bo



O roteirista e diretor Luis Buñuel foi interpretado por Adrien de Van



O Regresso (The Revenant, 2015)



O filme, que deu o tão esperado Oscar para Leonardo DiCaprio, conta a saga de Hugh Glass, um explorador americano que, após ser atacado por um urso, fica gravemente ferido e se vê abandonado por seus companheiros. Á beira da morte, ele consegue se recuperar quase milagrosamente e vai atrás do homem que o traiu em busca de vingança. Embora um pouco romantizado, o longa é baseado em fatos reais. Abaixo uma imagem do verdadeiro Glass:


O longa Fúria Selvagem (Man In The Wilderness, 1971), é vagamente baseado na história de Hugh Glass, sem utilizar seu nome, tendo Richard Harris no papel principal, interpretando Zachary Bass.



A Garota Dinamarquesa (The Danish Girl, 2016)



O filme traz para as telas a história da primeira mulher transexual a se submeter a uma cirurgia de mudança de sexo. Nascida como Einar Wegener, chegou a casar-se com a pintora Gerda Wegener, até finalmente descobrir-se como uma mulher aprisionada em um corpo masculino. O longa foca não só na descoberta e transformação de Einar em Lili Elbe, como também em seu casamento e seu relacionamento com Gerda, que ficou ao seu lado todo o tempo, mostrando que embora o amor entre homem e mulher não existisse mais, ainda havia o amor de duas grandes amigas. Eddie Redmayne interpretou Einar Wegener / Lili Elbe e a vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante Alicia Vikander viveu Gerda Wegener.


O ator Eddie Redmayne e o verdadeiro Einar Wegener


A atriz  Alicia Vikander e a verdadeira Gerda Wegener

Gerda e Einar 


 Eddie Redmayne e Lili Elbe

Casanova

Heath Ledger

Célebre por suas conquistas românticas e por uma vida cheia de aventuras, com direito a prisões e fugas mirabolantes, o italiano Giacomo Casanova já teve suas façanhas e casos amorosos retratados diversas vezes no cinema e na televisão. Grandes atores já interpretaram o personagem, como Leonard Whiting ( As Primeiras Experiências Amorosas de Casanova, 1969), Donald Sutherland (Casanova de Fellini, 1976), Marcello Mastroianni (Casanova E a Revolução, 1982), Richard Chamberlain (Casanova, o Maior Amante de Todos os Tempos 1987), Heath Ledger (Casanova, 2005) e David Tennant e Peter O'Toole (versão jovem e mais velha em Casanova, 2005, feito para tv).


O real Casanova:


Billy The Kid



O jovem pistoleiro morreu com apenas 21 anos, tornando-se uma espécie de lenda. Seu nome de batismo era Henry McCarty, porém ficou conhecido também pelos nomes William Bonney, William Antrim, Jr. e Kid Antrim. Ladrão de gado e cavalos, lutou na Guerra do Condado de Lincoln, no Novo México, e foi membro do grupo de delegados conhecido como Os Reguladores de Lincoln, que buscava vingança pelo assassinato de seu patrão e amigo John Henry Tunstall. Após sua morte, espalhou-se um mito de que Billy havia matado 21 homens, fato publicado em um jornal sensacionalista da época, que o rotulava como 'o pistoleiro que matou um homem para cada ano de vida'. Tal afirmação, porém, não tem nenhum registro ou relato histórico, sendo comprovados 'apenas' 4 assassinatos cometidos por ele. Billy The Kid foi morto pelo xerife da cidade de Lincon, Pat Garrett. Outra lenda sobre Billy é a de que não teria sido ele o homem que Garrett teria matado e que ele viveu no Texas até o ano de 1950, quando teria falecido, com o nome de ''Brushy Bill" Roberts, fato negado pela maioria dos historiadores, que confirmam a autenticidade de sua morte em 1908. Sua curta história de vida já foi retratada no cinema em várias ocasiões, geralmente em filmes de faroeste. Dentre os atores que já encarnaram o personagem, estão Johnny Mack Brown (O Vingador, 1930), Roy Rogers (Billy the Kid Returns, 1938), Robert Taylor (Gentil Tirano, 1941), Jack Buetel (O Proscrito, 1943), Audie Murphy (Duelo Sangrento, 1950), Paul Newman (Um De Nós Morrerá, 1958), Kris Kristofferson (Pat Garrett & Billy the Kid, 1973), Emilio Estevez (Os Jovens Pistoleiros, 1988, e Jovens Demais Para Morrer, 1990) e Val Kilmer (Billy the Kid - A Lenda, 1989).

Emilio Estevez com um retrato de Billy the Kid


Seu algoz, Pat Garrett, também esteve presente em todos os filmes sobre o fora-da-lei, representado pelos atores Wallace Beery, Wade Boteler, Cy Kendall, Thomas Mitchell, Frank Wilcox, John Dehner, James Coburn, Patrick Wayne e Duncan Regehr, respeitando a ordem dos filmes citados anteriormente.

James Coburn

O verdadeiro Pat Garrett

Intocáveis (Intouchables , 2011)


O belíssimo filme francês mostra a amizade improvável entre um milionário tetraplégico e seu cuidador, um senegalês recém saído da prisão que não tem qualquer experiência na função. Aos poucos, de uma maneira pouco tradicional, o rapaz faz com que seu paciente recupere o amor pela vida. O longa foi baseado no livro auto-biográfico de Philippe Pozzo di Borgo, intitulado Le Second souffle. Os US$ 650 mil arrecadados com a venda dos direitos autorais para o cinema, foram doados a uma associação de ajuda a deficientes físicos. O filme foi estrelado por François Cluzet, como Philippe Pozzo di Borgo, e Omar Sy, como Driss (Abdel Sellou).

Os amigos na vida real

Gostou da postagem? Então não deixe de se inscrever na primeira caixinha do lado direito aqui no blog, para receber as notificações de novas matérias. 

Postagens mais visitadas