10 filmes com Judy Garland


Uma das artistas mais completas de Hollywood. a atriz e cantora começou sua carreira ainda na infância. Apesar do enorme sucesso, a vida de Judy Garland foi repleta de altos e baixos, por conta de depressões e do abuso de drogas. Confira abaixo dez de seus principais trabalhos:

1- O Mágico de Oz (The Wizard of Oz, 1939)


Dorothy e seu cachorro Totó são levados para a terra mágica de Oz quando um ciclone passa pela fazenda de seus avós no Kansas. Eles viajam em direção à Cidade Esmeralda para encontrar o Mago Oz e no caminho encontram um Espantalho, que precisa de um cérebro, um Homem de Lata sem um coração e um Leão Covarde que quer coragem. O Mago pede ao grupo que tragam a vassoura da Bruxa Malvada do Oeste a fim de ganharem sua ajuda. Compre aqui

2- Sangue de Artista (Babes in Arms, 1939)


Um grupo de artistas de Vaudeville deixam seus filhos na cidade e partem em turnê. A partir daí os jovens vão tentar produzir uma peça e levá-la até a Broadway guiados pelos talentosos Mickey Moran (Mickey Rooney) e Patsy Barton (Judy Garland) que buscam seu espaço no show business. Só que nem tudo é tão fácil, afinal a chegada de uma ex-estrela infantil vai tirar o lugar de Patsey e alterar um pouco as coisas. Compre aqui

3- Agora Seremos Felizes (Meet Me in St. Louis, 1944)


Os Smith são uma família de 1903 que moram em Saint Louis, e formada majoritariamente por mulheres, que vivem diferentes momentos em suas vidas. Rose (Lucille Bremer), a filha mais velha, aguarda ansiosa que seu pretendente Warren (Robert Sully) a peça em casamento. Esther (Judy Garland), de 17 anos, está apaixonada pelo novo vizinho John (Tom Drake), que a princípio não lhe dá muita atenção. Já a pequena Tootsie adora causar uma confusão. Quando o pai chega alegre com a notícia de que foi transferido para Nova York, ele choca a todos os membros da família, ligados cada um à sua forma, a Saint Louis. Isso vai desestabilizar suas vidas e provocar mudanças, principalmente em Esther que começou a namorar o vizinho John.

4- As Garçonetes de Harvey (The Harvey Girls, 1946)


Interessada em casamento, Susan Bradley viaja para o Oeste a fim de conhecer aquele que supostamente lhe enviou cartas de amor. Frustrada com o encontro e à procura de um novo amor, ela decide ficar na cidade e trabalhar em um polêmico restaurante.

5- O Pirata (The Pirate, 1948)


Uma jovem comprometida com o prefeito de uma cidade sente-se atraída por um artista de circo que também se encanta por ela. Quando o prefeito tenta expulsar o circo da cidade, o artista assume a identidade de um lendário pirata com quem ela sonha.

6- Desfile de Páscoa (Easter Parade, 1948)


Nadine (Ann Miller) e Don Hewes (Fred Astaire) formam uma bem sucedida dupla de dança, até que ela decide seguir em carreira solo. Com o ego ferido, Don logo pensa numa maneira de mostrar para sua ex-parceira como ele já superou a partida dela. Para isso, contrata a bela Hannah Brown (Judy Garland), que é simpática mas não tem nenhum talento para a dança. Para que ela aprenda, Dan passa horas ensaiando. Tanta aproximação faz com que floresça um sentimento entre os dois. Compre aqui

7- Casa, Comida e Carinho (Summer Stock, 1950)

A fazendeira Jane recebe a visita de sua irmã, a atriz Abigail. Ela chega acompanhada de diversos artistas que precisam de um lugar para ensaiar. Jane fica relutante, mas aceita ceder espaço com uma condição: eles devem trabalhar na fazenda. Compre aqui

8- Nasce Uma Estrela (A Star Is Born, 1954)


Astro de cinema em decadência conhece atriz que deseja tornar-se uma estrela e a ajuda. Depois de trabalharem juntos em um musical, os dois se casam. O sucesso crescente da esposa e o declínio de sua própria carreira o levam a recorrer ao alcoolismo.

9- Minha Esperança é Você (A Child Is Waiting, 1963)


Num colégio para crianças especiais, uma professora de música inexperiente aplica um novo método de ensino a um aluno autista abandonado pela família, a quem se afeiçoou, e entra em conflito com o exigente diretor da instituição. Compre aqui

10- Na Glória, a Amargura (I Could Go on Singing, 1963)


A famosa cantora Jenny Bowman tenta se reaproximar do filho que teve com um médico britânico. Ela aproveita sua estadia em Londres para visitá-lo, e os dois passam alguns dias juntos enquanto o pai dele está em Roma. Compre aqui

Postagens mais visitadas deste blog

O filho que Alain Delon abortou

8 atores que se suicidaram

A verdadeira Elise McKenna