10 filmes com Gina Lollobrigida


A bela italiana tornou-se um símbolo sexual durante as décadas de 50 e 60, mas também era aclamada por seu talento, sendo vencedora de premiações importantes como Globo de Ouro, David di Donatello Award, Nastro d'Argento, e Bambi Awards, além de ter sido indicada ao BAFTA. A atriz obteve bastante sucesso, não só em seu país natal, como também nos EUA e na França, tornando-se internacionalmente conhecida. Confira abaixo alguns de seus principais trabalhos:

1- Fanfan la Tulipe (1952)


Em meados do século XVIII, as mulheres são fáceis e os homens dedicam-se ao seu esporte predilecto: a guerra. Fanfan, é um belo rapaz, ingênuo e sensível, que se engaja no exército de Luís XV. Adeline, filha de um sargento, prediz que o futuro de Fanfan será glorioso. Durante as batalhas na Aquitânia, Fanfan salva uma carruagem real do ataque de uma horda, nela estão Madame Pompadour e Henriette, filha do soberano. Tem início o cumprimento da profecia de Adeline..

2- Pão, Amor e Fantasia ( Pane, amore e fantasia, 1953)


Um policial italiano é transferido para uma pacata cidade e decide ocupar seu tempo procurando uma esposa. Logo ele se interessa por uma bela jovem, porém o verdadeiro romance surge de forma inesperada.

3- O Diabo Riu Por Último (Beat the Devil, 1953)


Uma quadrilha criminosa de atuação internacional une-se ao casal de golpistas Billy (Humphrey Bogart) e Maria Dannreuther (Gina Lollobrigida) e partem todos para a África. Lá, usando a desculpa de que são vendedores de aspiradores de pó, eles tentam se apropriar de terras que supostamente têm uma grande quantidade de urânio, mesmo objetivo do casal Chelm (Edward Underdown e Jennifer Jones).

4- A Romana (La romana, 1954)


Durante a era fascista na Itália, Adriana (Gina Lollobrigida), uma jovem muito bonita, simples e bem intencionada, torna-se uma prostituta depois de um caso de amor que deu errado. É a história de uma boa alma que se deixa corromper, primeiramente por sua gananciosa mãe, por Gino, seu primeiro amor que a engana, e por pessoas que só querem usá-la. Um dia Adriana conhece Mino, um jovem antifascista que se apaixona por ela e quer redimi-la. Mas ele tem tendência para o suicídio.

5- A Mulher Mais Bela do Mundo (La donna più bella del mondo, 1955)


A estrela principal estava doente. Para substituí-la, sua filha de 16 anos sobe ao palco e enfrenta o público. Assim acontece a primeira aparição de Lina Cavalieri (Gina Lollobrigida), que mais tarde seria conhecida como a melhor e mais bela cantora de todos os tempos. O que ela não sabia é que na platéia existia alguém especial que seria o grande amor de sua vida: O Príncipe Sergio Bariatine (Vittorio Gassman). Ele a presenteia com dinheiro e um valioso anel e se vai. Lina inicia então a sua busca pelo sucesso como cantora nas grandes cidades, sempre esperando ver novamente seu príncipe. O destino parece incerto e a paixão entre ambos se torna cada vez mais impossível. Compre aqui

6- Trapézio (Trapeze, 1956)


Tino Orsini (Tony Curtis) é o filho de um trapezista que vai até Paris, para tentar aprender com um famoso trapezista, Mike Ribble (Burt Lancaster), que sofreu um acidente no passado, como executar o triplo mortal. Gradativamente Orsini ganha a confiança de Ribble, mas a amizade entre os dois é ameaçada quando Lola (Gina Lollobrigida), outra trapezista do circo, se livra dos seus parceiros, pois quer atuar junto de Orsini e Ribble. Entretanto Ribble só gosta de trabalhar em dupla e, além da dificuldade da tarefa, um triângulo amoroso surge, quando Lola desperta a atenção dos dois trapezistas.

7- O Corcunda de Notre Dame (The Hunchback of Notre Dame, 1956)


O ano é 1942, e o Festival dos Tolos já está correndo na praça de Notre Dame em Paris. Enquanto muitos brincam e encenam peças, o horroroso corcunda Quasimodo, o tocador do sino da catedral, está sendo humilhado e atormentado por um bando de ciganos. Mas ninguém pode atingi-lo, pois ele é protegido pelo chefe de justiça da cidade Frollo. Além de estar cheio de problemas, Frollo está com a consciência atormentada pela beleza da bela cigana Esmeralda, e um romance entre os dois seria considerado completamente inadequado para sua posição, visto que os ciganos são nômades rejeitados pela sociedade. Quando Frollo envia Quasimodo para cortejar a cigana para ele, o corcunda acaba assustando-a e é preso; enviando Esmeralda para os braços de Phoebus, o capitão do exército.

8- Salomão e a Rainha de Sabá (Solomon and Sheba, 1959)


Com a morte do rei Davi o trono passa a ser ocupado por Salomão. O povo de Israel prospera e fortalece tanto que os egípcios, seus inimigos, resolvem mandar ao local a rainha de Sabá para descobrir os pontos fracos de Salomão e poder derrotá-lo. Compre aqui

9- Quando Setembro Vier (Come September, 1961)



Robert Talbot (Rock Hudson), um rico empresário americano, é dono de uma casa de campo na Itália, onde tradicionalmente passa somente um mês por ano: setembro. Só que quando ele decide aparecer antes, em julho, encontra a casa cheia de pessoas desconhecidas. Isso porque o seu caseiro Maurice Clavell (Walter Slezak) transformou-a em um hotel nos meses em que o patrão não visita o lugar. Além disso, as barulhentas hóspedes adolescentes reclamam um grupo de garotos que as perseguem, fazendo com que Robert queria protege-las, e para completar, ele se encanta com a bela Lisa (Gina Lollobrigida), que está noiva de outro homem.

10- Noites de Amor, Dias de Confusão (Buona Sera, Mrs. Campbell, 1968)


A italiana Carla conhece três militares americanos durante a Segunda Guerra. Ao receberem a notícia de sua gravidez, os três acreditam ser o pai da criança e a ajudam financeiramente. Anos depois, Carla descobre que eles estão de volta à cidade.

Postagens mais visitadas deste blog

O filho que Alain Delon abortou

8 atores que se suicidaram

A verdadeira Elise McKenna