Expresso para Berlim (Berlin Express, 1948)


O filme é dirigido por Jacques Tourneur e estrelado pelos atores Robert Ryan, Merle Oberon e Paul Lukas. Despretensioso e pouco conhecido pelo público, o longa tem uma trama pós-guerra bastante interessante e, embora comece sendo um pouco confuso, conforme a história se desenrola, ganha bastante força, culminando em um final eletrizante.


O filme se passa quatro anos após o fim da Segunda Guerra, quando a Alemanha encontrava-se devastada e dividida, comandada basicamente por americanos e soviéticos. Em um trem com destino a Berlim, passageiros de várias nacionalidades viajam juntos, em um clima aparentemente ameno, até que o alemão Dr. Bernhardt, um pacifista que visa a paz e a unificação da Alemanha, é assassinado. A partir daí todos são suspeitos e os presentes são interrogados pelo exército americano, que protegia a vítima, para que chegasse em segurança ao seu destino.


Uma reviravolta acontece quando descobre-se que o verdadeiro Dr. Bernhardt ainda está vivo e o homem que morreu estava apenas se fazendo passar por ele como forma de proteção. Com encontro marcado com um antigo amigo de sua inteira confiança em uma estação de trem, o alemão acaba sendo raptado, apesar de toda a vigilância e seus companheiros de viagem decidem investigar pelo submundo de uma devastada Frankfurt para salvar Bernhardt e fazer com que ele consiga chegar em segurança a Berlim para dar continuidade ao seu projeto pela paz e revitalização do país.


Esta foi a primeira produção de Hollywood na Alemanha após o fim da Guerra e foram utilizadas imagens reais das cidades, mostrando sua devastação, com a permissão do exército americano. O filme é um lançamento da Classicline e pode ser adquirido em lojas como Saraiva e 2001 vídeos.


Cadastre seu e-mail no blog para ser notificado das novas postagens.

Postagens mais visitadas