Gypsy - Em Busca de um Sonho, 1962


Sinopse: O maior desejo de Mama Rose (Rosalind Russell) é ver suas filhas conquistarem o sucesso na Broadway. Ela deposita grande parte de suas esperanças na filha mais nova, June (Ann Jillian), mas não deixa de lado a tímida Louise (Natalie Wood), que é arrastada pela mãe por todo país em busca de notoriedade.


Baseado na auto-biografia de Gypsy Rose Lee, a história, que anteriormente já havia se tornado um musical de sucesso na Broadway, conta desde a infância até o estrelado da atriz e dançarina burlesca, focando-se principalmente nos esforços e na obsessão de sua mãe para tornar as filhas famosas.


Rosalind Russell brilha ao interpretar Mama Rose, uma mulher controladora que busca a qualquer preço o sucesso de sua filha mais jovem, a talentosa June (Morgan Brittany). A primogênita, Louise (Diane Pace), é preterida pela mãe, sempre interpretando papéis de coadjuvante ou figurante nos espetáculos criados por Rose para evidenciar o potencial de June. Sem tempo para estudos e para as brincadeiras típicas da infância, as duas são criadas na estrada, em busca da fama, viajando por todo o país, de teatro em teatro. 


Alguns anos depois, June (Ann Jilliann), cansada da tirania de sua mãe, decide se casar ainda adolescente, para fugir de seu controle e poder escolher ela própria o rumo de sua carreira. Com isso, as atenções de Rose, voltam-se para a tímida Louise (Natalie Wood), a quem não considera tão talentosa quanto a irmã, porém espera que com algum treinamento consiga sucesso. 


Por não ter as mesmas habilidades de sua irmã nem como cantora e nem como dançarina, Louise não consegue muitas ofertas para apresentações e acaba indo parar em um teatro de striptease de segunda categoria. Seus números são inocentes, por isso tanto ela quanto sua mãe ficam horrorizadas com as apresentações das outras moças, muito mais ousadas. Ao fim do contrato, dando por encerrada a carreira de Louise como artista e a sua própria como agente, Rose descobre que a estrela do teatro não poderá se apresentar e que a vaga de atração principal está disponível. Ela decide sugerir que sua filha ocupe a posição de estrela do show, mas para isso Louise terá que fazer uma performance sensual e tirar a roupa no palco, algo que nunca havia feito antes. Apesar de desapontada com sua mãe por coloca-la naquela posição, ela obedece.


Louise, então, vira Gypsy Rose Lee, e torna-se imediatamente um grande sucesso, tendo como marca registrada deixar a alça de seu vestido escorregar. Sua popularidade cresce rapidamente, conseguindo apresentações em teatros cada vez maiores e tornando-se cada vez mais famosa e requisitada. Entretanto, após passar a vida sendo comandada pela mãe, a relação das duas se deteriora e Gypsy decide tomar as rédias de sua vida, limitando cada vez mais a presença de Rose. 


Um grande musical que foca mais na relação familiar do que propriamente no sucesso de Gypsy, tendo inclusive algumas semelhanças com a vida da própria Natalie Wood, que também teve uma mãe obcecada pelo seu sucesso, sacrificando sua infância e deixando-a até mesmo com uma sequela em decorrência de uma fratura não tratada, pois não queria que a filha fosse substituída em um filme , caso houvesse a necessidade de imobilizar seu braço. Além das duas atrizes, Karl Malden abrilhanta ainda mais o elenco, interpretando o fiel escudeiro de Rose e seu eterno apaixonado.

A Verdadeira Gypsy


Gypsy serviu de consultora no longa, indo visitar as gravações e dando dicas para Natalie Wood. 


Sua irmã, June, não gostou da forma como foi retratada na história, porém aceitou a situação após um acordo financeiro. Tempos depois, ela também escreveu sua versão dos fatos. 


June tornou-se atriz, utilizando o nome artístico de June Havoc, chegando a contracenar com a própria Rosalind Russell no filme Solteiras às Soltas (My Sister Eileen, 1942).


Além da notoriedade que alcançou com o teatro burlesco, Gypsy fez alguns filmes em Hollywood, porém sem o mesmo destaque, por não ser considerada uma boa atriz. 

Curiosidades

Ann-Magret foi a primeira escolha para interpretar Gypsy Rose Lee;


Ethel Merman, que interpretou Mama Rose no teatro, ficou furiosa por não ter sido escalada para o filme. Segundo boatos, foram encontrados com os pertences da atriz, depois de sua morte, os originais gravados por Rosalind Russell cantando com sua própria voz as canções do filme. Rosalind foi dublada por Lisa Kirk pois sua apresentação foi considerada insatisfatória.


As atrizes Judy Garland e Judy Holiday também foram cogitadas para o papel de Mama Rose;



Lançamento do dvd no Brasil


Ainda inédito no país, o dvd está sendo lançado pela distribuidora Obras-Primas do cinema e traz como extras Cenas deletadas (6 min) , trailer original (3 min)  e Galeria de Imagens. O filme pode ser encontrado nas melhores lojas do ramo, como Saraiva, 2001 Vídeo e Colecione Clássicos.

Postagens mais visitadas deste blog

O filho que Alain Delon abortou

8 atores que se suicidaram

20 Funko Pops de filmes pra você se apaixonar