10 filmes com Audrey Hepburn



1- A Princesa e o Plebeu (Roman Holiday, 1953)



Ao visitar Roma, Ann (Audrey Hepburn), uma princesa, resolve "passear" anonimamente e se envolve com Joe Bradley (Gregory Peck), um repórter que, ao reconhecê-la, tem a oportunidade de um "furo", mas resolve por preservar Anne.

2- Sabrina (Sabrina, 1954)


Dois irmãos pertencem à uma poderosa família, sendo um deles (Humphrey Bogart) é um empresário incansável e o outro (William Holden) é um playboy incorrigível. Mas quando a filha do motorista (Audrey Hepburn) retorna de viagem, após passar dois anos em Paris, o playboy se modifica e, como ela sempre foi apaixonada por ele, tudo seria muito fácil de acontecer. Mas se os dois se casarem um poderosa fusão deve ser prejudicada, assim o irmão empresário decide intervir e também acaba se apaixonando por ela.

3- Cinderela em Paris (Funny Face, 1957)



Um famoso fotógrafo de modas, Dick Avery (Fred Astaire), trabalha para a Quality Magazine, uma conceituada revista feminina. Dick cumpre as determinações da editora da revista, Maggie Prescott (Kay Thompson), que não está satisfeita com os últimos resultados e tenta encontrar um "novo rosto". Dick o acha em Jo Stockton (Audrey Hepburn), uma balconista de uma livraria no Greenwich Village onde um ensaio fotográfico ocorrera recentemente. Após certa resistência, Maggie aceita Jo como a modelo que irá à Paris para fotografar e ser o símbolo da Quality. Jo só concorda pois lá poderá conhecer Emile Flostre (Michel Auclair), um intelectual cujas idéias ela idolatra. Entretanto, ao chegarem em Paris as coisas não correm como o planejado.

4- Uma Cruz a Beira do Abismo (The Nun's Story, 1959)


Em 1930, a jovem Gabrielle Van der Mal (Audrey Hepburn), filha de um famoso cirurgião, decide largar tudo e se tornar freira, fazendo votos de pobreza, obediência e castidade. Ela tem dificuldades para se adpatar as novas regras, mas se dedica ao máximo nos seus estudos de medicina. Seu maior desejo é ir trabalhar como enfermeira no Congo Belga, mas após a primeira prova é enviada a enfermaria de um sanotório. Depois de alguns anos lá, ela finalmente consegue ir para a África, onde conhece o cínico, ateu e brilhante médico Fortunati (Peter Finch).
5- Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany's, 1961)


Holly Golightly (Audrey Hepburn) é uma garota de programa nova-iorquina que está decidida a casar-se com um milionário. Perdida entre a inocência, ambição e futilidade, ela toma seus cafés da manhã em frente à famosa joalheria Tiffany`s, na intenção de fugir dos problemas. Seus planos mudam quando conhece Paul Varjak (George Peppard), um jovem escritor bancado pela amante que se torna seu vizinho, com quem se envolve. Apesar do interesse em Paul, Holly reluta em se entregar a um amor que contraria seus objetivos de tornar-se rica.

6- Infâmia (The Children's Hour, 1961)


Karen Wright (Audrey Hepburn) e Martha Dobie (Shirley MacLaine) são amigas há muitos anos e, juntas, administram um colégio interno só para meninas. Depois de ser punida pelas professoras por contar mentiras, uma aluna reclama com sua avó e inventa que Martha tem ciúmes de Karen, que é noiva do médico Joe Cardin (James Garner). A senhora fica horrorizada e tira a menina da escola, além de espalhar o boato. As duas mulheres começam um batalha contra essas acusações, e suas consequências.

7- Charada (Charade, 1963)


Em Paris a americana Regina Lambert (Audrey Hepburn), que recentemente ficou viúva, tenta entender que tipo de vida o marido levava e onde podem estar escondidos os US$ 250 mil que muitos acreditam estar com ela.

8- Minha Bela Dama (My Fair Lady, 1964)


Henry Higgins (Rex Harrison), um intelectual e professor de fonética, aposta que conseguirá, no período máximo de seis meses, transformar Eliza Doolittle (Audrey Hepburn), uma simples florista de rua que não sabe falar direito, em uma dama. Mas a tarefa se mostra muito mais difícil do que tinha sido imaginada originalmente.

9- Um Caminho Para Dois (Two For the Road, 1967)


Em flashback e narrativa não linear são vistos os 12 anos da relação entre um arquiteto, Mark Wallace (Albert Finney), e sua esposa, Joanna (Audrey Hepburn). O casal avalia se deve ou não continuar junto e lembra que tudo começou quando Mark, ao viajar pela Europa, se sente atraído por uma estudante de música, Jackie (Jacqueline Bisset), mas logo se envolve com Joanna, que também aspirava estudar música. Já casados, Joanna e Mark fazem uma desastrosa lua-de-mel, na companhia de insuportáveis turistas americanos, Howard (William Daniels) e Cathy Manchester (Eleanor Bron) e também da intolerável filha deles, Ruth (Gabrielle Middleton). Tempos depois, em outra viagem, Mark recebe uma irresistível proposta de trabalho de um milionário, Maurice Dalbret (Claude Dalphin), que distancia Mark de Joanna, que agora está grávida.

10- Um Clarão nas Trevas (Wait until Dark, 1967)


Susy (Audrey Hepburn), uma mulher recém-casada que perdeu a visão, e seu marido estão em uma viagem de avião quando uma mulher pede que eles segurarem um boneca, para ela poder surpreender sua filha. Na verdade, ela quer evitar que seu parceiro, Harry Roat (Alan Arkin), fique com o brinquedo, que contém uma grande quantidade de drogas escondida dentro dele. Harry descobre a traição e mata a mulher. Agora ele e mais dois criminosos vão atrás do casal para reaver a boneca. Eles descobrem o endereço e tentam se aproveitar da deficiência de Susy.

Postagens mais visitadas deste blog

O filho que Alain Delon abortou

8 atores que se suicidaram

A verdadeira Elise McKenna