Eu Te Matarei, Querida (My Cousin Rachel, 1952)


Baseado no romance da escritora Daphne du Maurier, também autora de clássicos como A Estalagem Maldita, Rebecca e Os Pássaros, todos adaptados para o cinema por Alfred Hitchcock, o longa Eu Te Matarei, Querida (My Cousin Rachel, 1952) foi dirigido por Henry Koster e estrelado por Olívia de Havilland e Richard Burton. 


Culpada ou inocente? Esta é a pergunta que fica na nossa cabeça durante todo o filme. Olivia de Havilland interpreta Rachel, a personagem-título na versão em inglês, uma mulher aparentemente encantadora e gentil, cuja amabilidade está sempre levantando suspeitas de ser apenas uma tática para manipular e seduzir Philip Ashley (Richard Burton). Philip fora criado por seu primo Ambrose Ashley (John Sutton), um homem dedicado, porém um pouco solitário, que vive em uma grande propriedade na Cornualha. Em certa ocasião, Ambrose decide viajar para a Itália, onde acaba conhecendo e se casando com Rachel, por quem fica completamente apaixonado. Meses depois, a situação muda completamente quando Philip começa a receber cartas de seu primo lhe pedindo ajuda para escapar da vigilância e tirania de sua esposa, a quem ele agora considera como seu tormento. 


Philip decide partir ao encontro de seu primo no intuito de ajuda-lo, porém chega tarde demais e recebe a notícia de que ele havia falecido há algumas semanas. Convencido da culpa de Rachel, ele volta para casa jurando vingança e planejando punir a mulher que assassinou seu querido tutor. 


A oportunidade se apresenta antes do esperado quando Rachel vai visita-lo em sua propriedade, com o propósito de devolver-lhe os pertences de seu primo. Philip foi declarado o único herdeiro de Ambrose e Rachel, embora tivesse direitos como viúva, havia concordado com os termos do testamento, não se opondo a nada ou reivindicando nenhum de seus bens. O ódio e a amargura de Philip logo somem quando ele conhece sua prima, pois percebe que ela seria incapaz de fazer mal a quem quer que fosse. Rapidamente, o rapaz se vê perdidamente apaixonado, quase obcecado, por Rachel, planejando não só casar-se com ela, como também passar para o nome da amada toda a sua herança, incluindo a casa onde vive e as jóias da família. 


Entretanto, apesar da paixão entre eles e da enorme amabilidade de Rachel para com todos à sua volta, começam a surgir evidências de que tudo estivera sendo cuidadosamente arquitetado por ela para que a herança de seu marido fosse parar em suas mãos. Atormentado por seu amor obsessivo e por suas dúvidas, Philip passa a ser alertado por seus amigos próximos e tenta descobrir a verdade sobre essa mulher tão fascinante quanto duvidosa. 


Curiosidades:

- Antes de ir para Olivia de Havilland, o papel de Rachel foi oferecido para Greta Garbo e Vivien Leigh;

- Richard Burton e Olivia de Havilland não se deram muito bem, embora demonstrem uma boa química na tela;

- Richard Burton concorreu ao Oscar por seu desempenho no filme, porém na categoria Melhor Ator Coadjuvante, mesmo aparecendo em quase todas as cenas do longa, pois Olivia de Havilland foi considerada a grande estrela do filme.

Assista ao trailer: 



O filme foi lançado em dezembro, pela primeira vez no Brasil, pela distribuidora Obras-Primas no cinema. O dvd pode ser encontrado nas melhores lojas do ramo, como: Saraiva, Livraria Cultura, Livraria da Folha e 2001 Vídeos. Como extras a edição, além de um card do filme, conta com: 

- Curta-metragem 
- Trailer Original
- Galeria de imagens


Postagens mais visitadas