10 filmes com Doris Day


Nascida Doris Mary Ann von Kappelhoff, em 03 de abril de 1922, a atriz e cantora estadunidense Doris Day tornou-se uma das estrelas mais populares e amadas das décadas de 50 e 60. Famosa por sua adorável dupla com o amigo Rock Hudson, sua imagem acabou ficando estigmatizada e até mesmo datada ao longo dos anos por conta de papéis consecutivos onde interpretava mulheres independentes financeiramente mas conservadoras ao extremo quanto se tratava de sexualidade. Ao ser indagado certa vez a respeito da loira, o ator Oscar Levant proferiu a célebre frase: 'Eu conheci Doris Day antes mesmo dela se tornar virgem'.

Trabalhou ao lado de grandes nomes do cinema, como Cary Grant, Clark Gable, Frank Sinatra e Alfred Hitchcock, além de ter sido nomeada ao Oscar por seu desempenho na comédia-romântica Confidências à Meia-Noite (Pillow Talk, 1959). Vencedora de três Globos de Ouro, ela chegou a ter seu próprio programa de tv, intitulado The Doris Day Show (1968-73). Além de atriz, também teve uma bem sucedida carreira como cantora e em seus últimos anos dedicou-se à Doris Day Pet Foundation, organização criada para a proteção de animais. Confira abaixo alguns de seus principais trabalhos nas telas:

1- Romance em Alto-Mar (Romance on the High Seas, 1948)


Michael e Elvira Kent se amam muito mas, são extremamente ciumentos. Quando da passagem do terceiro aniversário de casamento, Elvira vai a uma Agência de Viagens a fim de programar um cruzeiro até o Rio de Janeiro. Lá, ela conhece Georgia Garrett, uma cantora pobre que se diverte planejando viagens.

2- Ardida Como Pimenta (Calamity Jane, 1953)


Calamity Jane (Doris Day) é uma rude pistoleira do Velho Oeste, temida pelos próprios homens. Ela alimenta uma secreta paixão por Danny Gilmartin (Philip Carey), que a vê somente como uma amiga. O dono do saloon local encarrega Jane de buscar uma nova cantora para se apresentar lá e ela, equivocadamente, traz uma outra pessoa em seu lugar. Esta pessoa é Katie Brown (Allyn Ann McLerie), que irá ajudar Jane a se tornar mais feminina e a conquistar o amor de Danny. Mas o que a pistoleira ainda não sabe é que ela pode estar ganhando uma forte concorrente.

3- Corações Enamorados (Young at Heart, 1954)


Juntamente com tia Jessie (Ethel Barrymore), o professor de música Gregory Tuttle (Robert Keith) vive com suas três filhas: Laurie (Doris Day), Fran (Dorothy Malone) e Amy (Elisabeth Fraser), que também apreciam música. Exatamente no dia em que vai haver um jantar para comemorar o noivado de Fran com Bob Neary (Alan Hale Jr.), Laurie conhece Alex Burke (Gig Young), que ela pensou que era um veterinário, pois fazia o parto de uma cadela. Alex é na verdade músico e, conversando com Laurie, consegue ser convidado para o jantar, pois o pai dele era amigo de Gregory. Alex fica morando na casa dos Tuttle enquanto compõe as canções de um musical, sendo que as três filhas de Gregory se sentem atraídas por ele, principalmente Amy. Alex está realmente interessado em Laurie, mas algo acontece com a chegada de Barney Sloan (Frank Sinatra), um músico que vai ajudar Alex nos arranjos.

4- Ama-me ou Esquece-me (Love Me or Leave, 1955)


Nos anos 1920, o criminoso de Chicago Martin Snyder conhece a bela dançarina Ruth Etting após sua demissão de uma boate. Eles começam a trabalhar juntos e ela se torna uma famosa atriz da Broadway, mas o comportamento controlador de Martin atrapalha o relacionamento entre os dois.

5- O Homem Que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1956)


As férias de um médico americano e sua família no Marrocos se transformam em um pesadelo quando se veem envolvidos em um complô para assassinar um político. Quando o filho do médico é sequestrado, o casal segue as pistas até Londres e enfrenta situações desesperadoras pelo caminho.

6- Confidências à Meia- Noite (Pillow Talk, 1959)


Jan Morrow, uma decoradora, e Brad Allen, um compositor, são obrigados a compartilhar uma linha telefônica. Jan fica irritada com o tempo que Brad passa conversando com suas namoradas. Entretanto, sem saber, começa a sair com ele, que planeja conquistá-la fingindo ser outra pessoa.

7- Volta Meu Amor (Lover Come Back, 1961)


Jerry (Rock Hudson) é um publicitário sujo que usa mulheres e bebidas para atrair seus clientes. Um dia, suas táticas atraem a ira de Carol (Doris Day), um executivo de uma agência rival, que o denuncia para o Conselho de Publicitários. Jerry se defende das acusações de Carol usando o testemunho de uma artista de boate (Edie Adams), a quem ele recompensa com um lugar de estrela em uma campanha publicitária falsa.

8- Carícias de Luxo (That Touch of Mink, 1962)


Cathy Timberlake está a caminho do trabalho quando um carro transportando Phillip Shayne, um homem de negócios, a cobre de lama. Ele manda seu secretário Roger para pedir desculpas, mas quando encontra Cathy, Roger percebe que ela seria um par perfeito para seu patrão. Apesar de sua atração mútua, Cathy e Phillip querem coisas diferentes.

9- Eu, Ela e a Outra (Move Over, Darling, 1963)



Após 5 anos Ellen Wagstaff Arden (Doris Day), que foi considerada morta por ter desaparecido no mar após um desastre de avião, é resgatada de uma ilha deserta pela marinha. Ela retorna justamente no dia em que seu marido, Nicholas Arden (James Garner), um advogado, se casou novamente com Bianca Steele (Polly Bergan) e viajou em lua-de-mel. Assim Ellen parte ao seu encontro, para evitar a consumação do casamento.

10- Teia de Renda Negra (Midnight Lace, 1960)


Kit (Doris Day) e Anthony Preston (Rex Harrison) nunca tiveram uma lua-de-mel de verdade, para finalmente sentirem que estão juntos, eles estão esperando sair de Londres. Nos dias que se sucedem a empresa de Tony anda sob muita pressão de trabalho, e Kit passa pela estranha situação de escutar seu nome ser chamado por uma voz desconhecida numa noite de neblina. No dia seguinte, eles começam a receber estranhas ligações telefônicas. Há um novo e esquisito morador no quarteirão, e também um arquiteto que insiste em aparecer nas redondezas do apartamento dos Preston. Será que uma perigosa e estranha situação está se desenrolando, ou seria apenas a fértil imaginação de Kit...?

0 Comment "10 filmes com Doris Day"

Postar um comentário