Um pouco sobre Lucille Ball, Obras-Primas e Dose Dupla


Lucille Ball fez o mundo todo literalmente se apaixonar por ela ao interpretar a personagem-título da série I Love Lucy, em meados dos anos 50, quando a televisão ainda estava se popularizando. Por conta de seu sucesso, é considerada a primeira-dama da tv americana e a Rainha da Comédia.


Por seu dom natural para o humor, com suas hilárias caras e bocas e seus expressivos e enormes olhos azuis, a ruiva muitas vezes não tem o devido crédito pelos outros gêneros de sua filmografia, tendo atuado em musicais, dramas, romances e até filmes noir, dentre os quais destacam-se títulos como No Teatro da Vida (Stage Door, 1937), Rua das Ilusões (The Big Street, 1942), Envolto nas Sombras (The Dark Corner, 1946), Du Barry Era um Pedaço (Du Barry Was a Lady, 1943), dentre outros.

No musical Ziegfeld Follies (1945) via

Após participar do programa da rádio CBS, intitulado My Favorite Husband, em 1948, que acabou sendo um grande sucesso, a emissora convidou a atriz para estrelar seu próprio show, no mesmo estilo, só que para a televisão. Lucille prontamente concordou, desde que pudesse ter como par romântico seu marido na vida real, Desi Arnaz. A CBS não gostou nada da ideia, achando que o público não aceitaria um cubano como protagonista, ainda mais casado com uma americana. Após um episódio piloto que não impressionou muito os executivos, o casal decidiu sair em turnê com I Love Lucy, provando para os chefões o seu potencial ao conseguir um enorme êxito.


A série fez um sucesso estrondoso, consagrando sua carreira e a transformando em uma das atrizes mais queridas pelo público. O casal fundou a empresa Desilu Productions em 1950, fazendo com que Lucille Ball também se tornasse a primeira atriz da televisão a ter sua própria empresa. Após o divórcio, ela comprou a parte de Desi Arnaz. I Love Lucy foi exportada para mais de 80 países, sendo exibida até os dias de hoje, rendendo uma verdadeira fortuna. Ela também foi a primeira atriz a aparecer grávida na televisão, em 1953. Ao engravidar de verdade, ela acabou convencendo os produtores a fazer o mesmo com sua personagem.


Após o final da série, que durou de 1951 até 1957, ela estrelou alguns filmes, como Mame (1974) e diversos outros seriados, como The Lucy-Desi Comedy Hour (1957 - 1960), The Lucy Show (1962 - 1968) e Here's Lucy (1968 - 1974), além de filmes para a televisão como Lucy in London (1966), Lucy Gets Lucky (1975) e Lucy Calls the President (1977). Lucille Ball morreu em 1989, devido a um aneurisma da aorta dissecante.

A atriz em sua última aparição pública, no Oscar de 1989

Obras-Primas do Cinema Lança Coleção Dose Dupla


Para os fãs da atriz, uma excelente novidade! Parceira aqui do blog, a distribuidora Obras-Primas do Cinema, está trazendo para o Brasil pela primeira vez duas comédias estreladas por Lucy! A primeira, Lua de Mel Agitada (The Long, Long Trailer, 1953), protagonizada  ao lado do então marido Desi Arnaz e na carona do sucesso do seriado, mostra a história dos recém-casados Nicky e Tacy, que compram um trailer e saem viajando por todo o país, achando inocentemente que conseguirão viver normalmente sua vida a dois nessa situação. No entanto, para a nossa satisfação, inúmeros imprevistos acontecem, causando situações hilariantes.


Já em Os Meus, Os Seus e Os Nossos (Yours, Mine and Ours, 1968), estrelada anos depois do fim de I Love Lucy, ao lado de seu ex-namorado de juventude Henry Fonda, é baseada na história real de Helen Eileen Beardsley e seu marido, contando sobre o romântico e divertido enlace de uma viúva com oito filhos que se casa com um também viúvo que tem dez filhos, e todas as confusões e problemas que uma família tão numerosa acaba tendo. O filme ganhou um remake com o mesmo título em 2005, com Dennis Quaid e Rene Russo. 


A edição lançada pela Obras-Primas contém os dois filmes, dois cards e como extras o Curta-Metragem: Ain’t It Aggravatin (8 minutos); Trailer Original Lua de Mel Agitada (3 Minutos) Trailer original Os Seus, Os Meus, Os Nossos (3 Minutos). Você encontra disponível nas melhores lojas do ramo, como a Cultura, a Folha e a 2001 Vídeos.

Postagens mais visitadas deste blog

O filho que Alain Delon abortou

8 atores que se suicidaram

20 Funko Pops de filmes pra você se apaixonar