Pecado de Amor, 1961


O filme é protagonizado por uma das maiores estrelas hispânicas do cinema, Sara Montiel, no auge de sua beleza e popularidade. O elenco conta também com Reginald Kernan, como seu par romântico, além do então iniciante Terence Hill.



A história começa com uma freira tentando ajudar uma moça que se encontra presa e havia tentado suicídio. Ao ser questionada pela jovem sobre sua vida antes do convento, Magda Beltrán (Sara Montiel) começa a contar-lhe sobre como decidiu dedicar sua vida à Igreja. Através de um flashback, começamos então a conhecer seu passado, como a atração principal de uma casa noturna. 


Vaidosa e sedutora, ela encantava a todos com sua voz e sua beleza. Ángel Vega (Terence Hill) era seu mais ardoroso admirador, chegando a lhe propor casamento. A bela, no entanto, o via apenas como uma diversão. 


Uma noite, ela conhece Adolfo Vega Linares (Reginald Kernan), um homem mais velho e bastante influente na cidade. Após alguns flertes, ela aceita ir para a casa dele, onde descobre que ele apenas havia planejado provar ao seu filho Ángel que a mulher que ele amava, na verdade, não era digna de seus sentimentos, sendo capaz de aceitar convites de outros homens facilmente.


Algum tempo depois, a situação piora quando Magda pensa que Adolfo foi o responsável por fechar seu local de trabalho, fazendo com que a moça decida ir tirar satisfações. Após esclarecer sua inocência sobre o assunto, os dois começam a ter um relacionamento cordial, incluindo algumas revelações pessoais, como a de que Magda tem uma filha, que é o grande motivo de todo seu esforço para uma vida melhor. 


O texto a seguir contém spoilers

Aos poucos, os dois começam a se apaixonar um pelo outro, até que o patrão de Magda, que tem um caráter duvidoso, impõe que ela o ajude a chantagear Adolfo, convidando-o até sua casa. No decorrer da noite, os três começam a brigar e Magda acaba matando o chefe para defender Adolfo. Ao ser presa, ela se recusa a testemunhar sobre o ocorrido e assume toda a culpa para não prejudicar seu grande amor. Porém, no dia do julgamento, ele aparece e esclarece tudo, ficando óbvio tratar-se de legítima defesa. Magda, entretanto, havia assinado um documento abrindo mão da guarda de sua filha, pois pensava que iria ficar anos na cadeia. 


Ao se ver livre, a bela é aconselhada a desistir de Adolfo e também de procurar sua filha, decidindo sair em turnê pelo mundo, para tentar amenizar o escândalo e tirar tudo o que aconteceu de sua cabeça. Embora com muito sucesso em todos os países, o plano foi em vão, pois a tristeza e a desilusão que sentia permaneceram durante todos os anos em que ficou fora. Uma noite, em uma apresentação na Grécia, ela reencontra Adolfo e os dois reacendem o romance, permanecendo juntos durante todo o mês, até que ele desaparece sem dar explicações. 


Ao voltar para Madri, Magda vai ao encontro de Adolfo e faz a chocante descoberta que ele ainda estava casado, e que sua esposa havia sido internada em uma casa de repouso na Suíça durante vários anos, mas que agora estava de volta. Sem saber de nada, a Sra. Vega a trata extremamente bem, e apresenta sua filha adotiva, que deverá se casar no dia seguinte. Desconfiada, Magda começa a fazer algumas perguntas para confirmar a suspeita de de a moça era, na verdade, a sua filha. Após se dar conta do fato, ela tenta controlar suas emoções, e apenas deseja sorte e felicidade para a jovem, sem nada revelar. Chegando em casa, encontra Adolfo, que tenta explicar toda a situação para ela, porém sem êxito, pois ela prefere não escuta-lo. Desesperada, ela decide ir até o convento, com o qual teve os primeiros contatos durante seu tempo na cadeia. Ao seu aconselhar com a Madre, ela toma fica resignada a permanecer na Igreja, como uma forma de purificar seus pecados e amenizar seu sofrimento. 

Fiquei um pouco incomodada com o excesso de sofrimento da personagem, pois pra mim a culpa que ela carrega é injustificada. Na minha opinião, o personagem Adolfo cometeu erros muito mais graves sem ser tão condenado. 


Dois pontos altos do filme que devem ser destacados são os números musicais, onde podemos ver toda a desenvoltura e talento de Sarita, além dos belíssimos figurinos usados por ela durante o longa.

O filme foi lançado pela Classicline e pode ser encontrado nas melhores lojas do ramo.



Postagens mais visitadas deste blog

O filho que Alain Delon abortou

8 atores que se suicidaram

20 Funko Pops de filmes pra você se apaixonar