Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2018

Desapegos Lady Hollywood

Imagem
Há algumas semanas, perguntei no nosso grupo 'Lady Hollywood' no Facebook ( se você ainda não faz parte clique aqui ) o que vocês achavam de alguns sorteios com dvds que tenho em minha coleção e que não quero mais. Expliquei que alguns ainda estão no plástico, porém outros já foram abertos e usados. O motivo deste desapego é a falta de espaço para guardar tantos filmes, muitos dos quais não terei vontade de ver ou rever, além de ter alguns repetidos. Todos eles estão em excelente estado e muito bem conservados. Recebi vários comentários me incentivando a fazer os sorteios e por isso resolvi ir em frente e separar os filmes que decidi doar em Kits temáticos. Para participar do sorteio, basta apenas ter endereço no Brasil e curtir nossa página no facebook , a Lady Hollywood . (Não é um requisito, porém quem puder divulgar o sorteio e a página para seus amigos, agradecerei muito, já que a página oficial, que contava com mais de 180 mil seguidores foi hackeada e toda ajuda é

Volta Meu Amor (Lover Come Back, 1961)

Imagem
  Sexo . Eis um dos temas centrais mais recorrentes nas comédias-românticas americanas. Com a implementação do Código Hays em 1934, elementos como nudez e insinuações sexuais e homossexuais foram basicamente banidos das produções cinematográficas. Com isso, os roteiristas e diretores tinham que ser bastante criativos e sutis para levar adiante seus projetos mais ousados, já que qualquer coisa que parecesse imoral seria barrada pela censura. Tom Ewell e Marilyn Monroe em cena de O Pecado Mora ao Lado  Longas como O Pecado Mora ao Lado (The Seven Year Itch, 1955), Um Amor na Tarde (Love in the Afternoon, 1957) e Gigi (1958), exploravam o assunto com insinuações e situações engraçadas, porém de maneira inocente e sem deixar de lado a moral e os bons costumes da época. Uma das comédias sexuais de maior sucesso durante a década de 50 foi Confidências à Meia-Noite (Pillow Talk, 1959), estrelada pela dupla Doris Day e Rock Hudson. Como já era tradição, Doris interpreta uma mulher v